Super banner

Fundação da Criança e Adolescente de Araxá está com inscrições abertas para habilitação de Famílias Acolhedoras

Fundação da Criança e Adolescente de Araxá está com inscrições abertas para habilitação de Famílias Acolhedoras

A Fundação da Criança e do Adolescente de Araxá (FCAA) está com inscrições abertas para famílias araxaenses interessadas em acolher crianças e adolescentes afastados temporariamente da família biológica por decisão judicial. Os cadastros são gratuitos e devem ser feitos na sede do Serviço de Acolhimento Familiar de Araxá, na rua 7 de Janeiro, n° 211, bairro Santa Terezinha.

O Serviço de Acolhimento Familiar tem como objetivo oferecer um lar provisório às crianças e adolescentes que foram afastados da família de origem por decisões judiciais, sem que elas precisem permanecer em abrigos institucionais durante o período de fragilidade familiar. Ele promove a habilitação de pessoas que, por um período determinado, recebam crianças ou adolescentes para dar amparo, aceitação, amor e a possibilidade de convivência familiar e comunitária, até que eles voltem à família de origem ou sejam adotadas.

As famílias interessadas são orientadas sobre o caráter excepcional e provisório do acolhimento. Um acompanhamento é realizado a cada 6 meses para reavaliação da situação da criança ou do adolescente acolhido e o monitoramento é feito constantemente. Cada Família Acolhedora poderá acolher em sua casa apenas uma criança ou adolescente por vez, exceto quando for grupos de irmãos (mediante avaliação técnica).

A presidente da Fundação da Criança e do Adolescente de Araxá, Taciana Almeida, explica que a Família Acolhedora é diferente da adoção, mas que desempenha um papel tão importante quanto.

“A criança vai ser acolhida na casa de uma família que foi preparada e é acompanhada por uma equipe técnica. Ele permite a possibilidade de um acolhimento individualizado, desenvolvimento compatível com a idade biológica e conhecimento de formas saudáveis de interação familiar. E esse acolhimento faz toda a diferença na vida dos acolhidos, pois é a garantia que essa criança ou adolescente terá acesso a um lar provisório e um convívio familiar”, destaca.

No total são duas vagas para preenchimento imediato e as demais para cadastro reserva. Os interessados em se tornar Famílias Acolhedoras poderão fazer sua inscrição por meio de preenchimento de Ficha de Cadastro com os seguintes documentos:

I – Documento de identificação com foto.

II – Cadastro de Pessoa Física – CPF.

III – Certidão de Nascimento, Casamento ou Declaração de União Estável.

IV – Comprovante de Residência.

V – Certidão Negativa de Antecedentes Criminais expedida pela Polícia Civil e pela Justiça Estadual dos estados da federação onde o interessado tenha residido nos últimos cinco anos.

VI – Certidão de ações cíveis do Tribunal de Justiça do estado da federação em que o interessado tenha residido nos últimos cinco anos.

VII – Comprovante de rendimento.

VIII – Atestado de saúde física e mental.

Requisitos para cadastramento:

I – Pessoas maiores de 18 anos sem restrição quanto ao sexo e ao estado civil.

II – Não estar habilitado ou em processo de habilitação, nem interessado em adotar criança ou adolescente.

III – Concordância de todos os membros da família, residentes no mesmo domicílio.

IV – Residir no município de Araxá-MG.

V – Disponibilidade de tempo e interesse em oferecer proteção e amor às crianças e adolescentes.

VI – Parecer psicossocial favorável da equipe técnica do Serviço de Acolhimento Familiar.

VII – Não ter nenhum membro da família, que resida no domicílio, envolvido com uso e abuso de álcool, drogas ou substâncias assemelhadas.

VIII – Comprovar idoneidade moral e apresentar certidão de antecedentes criminais de todos os membros que residem no mesmo domicílio da família guardiã.

IX – Apresentar boas condições de saúde física e mental.

X – Comprovar renda familiar.

XI – Possuir espaço físico adequado na residência para acolher a criança ou adolescente.

XII – Participar das capacitações (inicial e continuada), bem como comparecer às reuniões e cumprir as orientações da Equipe Técnica do Serviço de Acolhimento Familiar.

Endereço do Serviço de Acolhimento Familiar: Rua 7 de Janeiro, n° 211, bairro Santa Terezinha – Contato: 3691-7195 (falar com Karla).

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *