Super banner
Super banner

Marcos Montes é o mais votado em Araxá para deputado federal

Marcos Montes é o mais votado em Araxá para deputado federal

Marcos Montes durante o lançamento de sua candidatura em Araxá - Fotos: Jorge Mourão

DA REDAÇÃO – Com a desistência do deputado federal Aracely de Paula (PR) para mais uma reeleição, depois de seis mandatos consecutivos, diversos candidatos de outras cidades intensificaram campanha em Araxá nas Eleições 2014 em busca de votos para a Câmara dos Deputados, grande parte apoiada pelas principais lideranças políticas locais.

Marcos Montes

Em primeiro lugar, ficou o reeleito deputado federal Marcos Montes (PSD), com 8.900 votos em Araxá. Ele foi apoiado pelo ex-prefeito Antônio Leonardo Lemos Oliveira (sem partido), pelos vereadores Fabiano Santos Cunha (PRB), Juninho da Farmácia (DEM) e Eustáquio Pereira (PTdoB), além de boa parte de entidades representativas do comércio e assistenciais. No Estado, Marcos Montes obteve 116.175 votos. Sua principal base é Uberaba e região, município no qual foi prefeito por dois mandatos. Em seu mandato atual, deixou o Democratas para se filiar ao PSD.

Mário Heringer

Na segunda colocação, ficou um candidato não muito conhecido na região, mas que teve expressiva votação com o apoio do deputado Aracely, da ex-vereadora, da ex-vereadora Lídia Jordão (PP) e demais aliados. Mário Heringer (PDT), obteve 8.349 votos em Araxá e foi eleito para a Câmara com 90.738 votos.

Em 2010 ele obteve apenas 26 votos em Araxá, ano em que também exerceu mandato de deputado como suplente. Natural de Manhumirim, tem como principal base eleitoral o Leste do Estado. Também foi ouvidor-geral da Câmara.

O apoio de Aracely a Mário Heringer foi anunciado há praticamente um mês do primeiro turno, em meio a uma polêmica de processo de expulsão do prefeito Jeová Moreira da Costa que corre dentro do PDT por ele ter apoiado candidatos de outras legendas, e Mário Henringer é o presidente estadual da legenda. Aracely e Jeová disputam o comando da prefeitura na Justiça e o processo atualmente tramita no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Outro fato curioso foi o apoio da ex-vereadora Néia da Uninorte a Mário Heringer, que, apesar de ser do PDT, teve sua saída da Câmara com a volta dos titulares José Domingos Vaz e Mauro do Detran, dias depois de ter fotos suas publicadas em redes sociais com o candidato escolhido por Aracely.

Carlos Melles

Carlos Melles (DEM) foi o terceiro colocado na cidade com 5.146 votos, e reeleito com 107.906 votos no geral. Ele foi apoiado pelo ex-vereador Mateus Vaz de Resende, que preside o Democratas em Araxá e coordenou a sua campanha, e pelo deputado federal João Bittar (DEM). Tem forte ligação com o setor rural na região. Sua principal base é São Sebastião do Paraíso e região.

Weliton Prado

O reeleito Weliton Prado (PT) ficou na quarta colocação em Araxá com 2.329 votos. Teve como principal apoiador o vereador Fárley Cabeleireiro (PT), além de parte da Executiva local do partido. Weliton foi o sexto deputado federal mais votado em Minas, com 186.098 votos. Sua base principal é Uberlândia e região.

Sua reta final da campanha em Araxá foi marcada por repúdio, principalmente nas redes sociais, pela sua coordenação local implantar diversos cavaletes de sua candidatura nas vias públicas da cidade, ferindo legislação municipal que proíbe esse tipo de divulgação. O material foi recolhido pela Justiça depois de várias denúncias feitas ao Ministério Público e Cartório Eleitoral.

Zé Silva

Zé Silva (SD) foi o quinto mais votado em Araxá, com 2.101 votos. Teve como principais apoiadores o prefeito Jeová Moreira da Costa (PDT), o vereador Roberto do Sindicato, e de representantes do setor rural, principal segmento atuado pelo deputado reeleito. Em Minas, obteve 109.925 votos. Deixou o PDT no mandato atual para se filiar ao Solidariedade, sendo uma das principais lideranças estaduais do novo partido. Consolidou seu nome na política pelo trabalho realizado quando então presidente da Emater-MG, atuando em mais de 500 municípios mineiros.

Caio Nárcio

O jovem Caio Nárcio (PSDB) veio para a sua primeira disputa a deputado federal e conseguiu mais de 100 mil votos, tendo como principal apoiador o seu pai, atual deputado Caio Nárcio (PSDB), que também foi secretário de Estado. Tem como principal base a cidade de Frutal e região, conquistando no Estado sonoros 101.040 votos. Entretanto, em Araxá o apoio da vice-prefeita Edna Castro (PSDB) e aliados não foi suficiente para conseguir votação que desejavam, mesmo com intensa campanha feita na cidade. Caio Nárcio obteve 1.408 votos nas urnas locais, ficando em sétimo lugar, atrás de Aelton Freitas (PR), sexto colocado, que não foi apoiado por nenhuma liderança local nestas eleições.

Reginaldo Lopes

Candidato apoiado pela chamada ala tradicional do PT de Araxá, Reginaldo Lopes (PT) foi reeleito a deputado federal sendo o mais votado em Minas em 2014, com 310.226 votos. Em Araxá, conquistou 1.029 votos, ficando em nono lugar. Teve como apoiador principal o vereador Marcílio da Prefeitura (PT). Reginaldo Lopes tem como base principal Divinópolis e região. Nas urnas em Araxá, ficou entre os candidatos Luis Tibé (PTdoB) e Diego Andrade (PSD), oitavo e décimo colocados, respectivamente, e não foram apoiados por nenhuma liderança local.

Newton Cardoso Júnior

Por último, um candidato apoiado por cinco vereadores, entretanto, obteve em Araxá uma votação fora do imaginário de seus apoiadores. Newton Cardoso Júnior (PMDB) reuniu em sua campanha o presidente da Câmara Municipal, Miguel Júnior (PMDB), o vice Sargento Amilton (PTdoB), além dos vereadores Pezão (PMDB), Alexandre dos Irmãos Paula (PR) e Romário do Picolé (PTdoB). Nas urnas locais, apenas 817 votos, ficando na 11ª colocação.

Entretanto, no Estado foi o mais votados, lembrando que esta foi a sua primeira candidatura para federal, obtendo 128.489 votos, sendo eleito para a Câmara. É filho de Newton Cardoso, o popular Newtão, figura bastante conhecida em Araxá nos anos 90.

Notícias relacionadas