Morre senhor atropelado por condutor embriagado no Urciano Lemos

Morre senhor atropelado por condutor embriagado no Urciano Lemos

Um senhor de 75 anos morreu após dias internado em Uberaba. Ele foi vítima de um atropelamento no dia 5 de janeiro no bairro Urciano Lemos. O condutor da motocicleta atingiu a vítima, no momento em que tentava atravessar a avenida.

As primeiras informações indicam que a vítima foi atingida estando sobre a faixa de pedestres. O idoso foi socorrido em estado grave, enquanto o motociclista que causou o acidente permaneceu no local aguardando a chegada dos policiais. Verificou-se que o condutor da moto, de 51 anos, apresentava visíveis sintomas de embriaguez alcóolica.

Ele foi apresentado na Delegacia de Polícia de Plantão. Apesar de ter se recusado a fazer o teste em aparelho etilômetro, o motociclista assumiu que havia ingerido bebidas alcóolicas. O motociclista foi autuado em flagrante, depois de haver provas de que havia atropelado o pedestre pilotando a moto com a capacidade psicomotora alterada, causando graves lesões ao senhor.

O idoso foi direcionado para tratamento de saúde em Uberaba, mas morreu nesta terça feira (21).

Investigação

Para conclusão das investigações, a Polícia Civil concluíra o laudo de necropsia e serão analisadas as imagens colhidas do evento por câmeras de segurança, que ajudarão no esclarecimento das circunstâncias do atropelamento, principalmente, se ocorreu quando o idoso estava sobre a faixa de pedestres. Também serão ouvidas testemunhas do fato. O causador do acidente havia sido preso em 2017 por dirigir veículo automotor com a capacidade psicomotora alterada, ou seja, é reincidente nesta conduta.

O homicídio culposo tem sua pena agravada quando o autor comete o crime conduzindo veículo automotor com a capacidade psicomotora alterada e estando a vítima sobre a faixa de pedestres. Neste caso, a pena pode ultrapassar oito anos de reclusão, além da suspensão do direito de dirigir veículo automotor.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x