Super banner
Super banner

PM de Meio Ambiente encontra irregularidades em postos de combustível de Araxá

PM de Meio Ambiente encontra irregularidades em postos de combustível de Araxá

A Polícia Militar de Meio Ambiente divulgou hoje (25) o balanço da operação de fiscalização ambiental em postos de combustíveis em Araxá, realizada durante a semana passada, através de denúncia feita junto à Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam). Dos oitos postos vistoriados, três apresentavam problemas que causam degradação ambiental, eles foram multados e advertidos, de acordo com as irregularidades (veja a galeria de fotos).

Segundo o comandante do 5° Pelotão de Meio Ambiente, tenente Reginaldo Corrêa Silva, os postos notificados têm 20 dias para sanar as irregularidades, já os postos multados têm até novembro. “Estaremos encaminhando para a Feam o boletim de ocorrência e um ofício constando tudo o que foi encontrado, e há, inclusive, a possibilidade de fechamento desse estabelecimento por falta de licenciamento e devido às degradações que foram encontradas”, destaca.

Num todo, tenente Reginaldo destaca que os postos da cidade têm cumprido a legislação ambiental. “Em geral, os postos de combustível de Araxá estão bem, grande parte dos empresários tem se preocupado em adequar à legislação, os postos daqui estão em melhores condições que muita parte do Estado de Minas e até mesmo do Brasil”, diz.

A Polícia Militar de Meio Ambiente esclarece que as irregularidades se restringem nas questões ambientais e nada têm a ver com a qualidade da gasolina e dos combustíveis vendidos nos estabelecimentos.

Ouça a entrevista sobre a degradação causada pelas irregularidades

Postos multados em R$ 10.001 cada

Posto Barreiro (antigo São Jorge)

RZG

Postos advertidos

Posto Águia VI

RZG

Fonte: Polícia Militar

O que dizem os postos

A reportagem do Diário de Araxá entrou em contato com a direção dos postos irregulares/advertidos e obteve as seguintes respostas:

– A gerência do Posto Barreiro informou que as adequações estão em fase de projeto e as obras vão ficar prontas dentro do prazo exigido.

– Segundo a gerência do Posto Águia VI, a advertência é por causa de uma cisterna desativada que necessita ser fechada e, com um procedimento simples, a situação será regularizada.

– A direção do posto RZG informou que o estabelecimento vai se adequar às exigências feitas pela Feam e que irá recorrer da multa.

O telefone para denúncias ambientais da Feam é o 0800-283-6200.

Notícias relacionadas