Super banner
Super banner

PMA retira da Câmara pedido de autorização para missão na China e Turquia

PMA retira da Câmara pedido de autorização para missão na China e Turquia

Edna Castro, José Domingos e Lúcia Helena foram indicados pelo prefeito Jeová para representar o Município na missão internacional - Fotos: Arquivo Diário de Araxá

DA REDAÇÃO – A Prefeitura de Araxá retirou, por meio de sua Assessoria Jurídica, o ofício encaminhado à Mesa Diretora solicitando autorização para efetuar despesas com missão internacional na China e Turquia entre os dias 13 e 26 de abril, indicando a vice-prefeita Edna Castro, o secretário José Domingos Vaz (Desenvolvimento Humano) e a assessora de Comunicação, Lúcia Helena Aparecida, para representarem o Governo Municipal.

O convite para a viagem foi feito pela Federação da Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas), que tem como presidente eleito o empresário Emílio Parolini.

A retirada foi motivada por não existir na legislação municipal artigo que trata sobre gastos com diárias internacionais, apenas em viagens no território nacional.

Durante a reunião ordinária da Câmara nesta terça-feira (25), o presidente Miguel Júnior (PMDB) comunicou a retirada do ofício e ainda lembrou que nenhum projeto de lei tratando sobre uso de recursos públicos para pagamento de viagem internacional foi protocolocado na Casa, apenas o ofício tratando sobre a autorização para a concessão das diárias internacionais, documento este que não tem força regimental para ser apreciado pelos vereadores.

A viagem prevê participação na Canton Fair 2014, maior feira empresarial do mundo que acontece na cidade de Guangzhou, na China, reunindo cerca de 60 mil estandes, evento no qual a prefeitura também participou em 2013 além de missão técnica nas cidades de Hong Kong, também na China, para conhecer a indústria de varejo, e Istambul e Capadócia, na Turquia, com visitas a uma associação de exportadores têxtil e preparação para receber grande número de turistas, respectivamente, este último tendo em vista implantar estratégias no setor para Belo Horizonte, uma das sedes da Copa do Mundo 2014.

A prefeitura estuda outras formas para conseguir viabilizar a viagem.

Notícias relacionadas