Prefeitura de Araxá vai realizar mais 800 procedimentos com a 2ª etapa do programa CastraAção

Prefeitura de Araxá vai realizar mais 800 procedimentos com a 2ª etapa do programa CastraAção

Tornar a causa animal como uma das prioridades da atual gestão. Esse é um dos objetivos da Prefeitura Municipal de Araxá, que, através da Vigilância em Saúde, está promovendo mais uma etapa de castração de cães e gatos na cidade, por meio do programa CastraAção. As cirurgias ocorrem até dia 17 de junho de 2022 em um galpão na avenida João Paulo II, onde funcionava o almoxarifado da prefeitura. A expectativa é que o Castramóvel realize 800 procedimentos somente nessa segunda etapa do mutirão.

Ação extremamente importante em relação ao controle reprodutivo de animais, as castrações atendem ambos os sexos dos animais e são realizadas de forma gratuita. Nesta etapa, estão sendo priorizados cães de rua e da área rural, por isso, a prefeitura também vai promover a castração no Distrito de Itaipu.  No local, serão castrados 160 cães e gatos nos próximos dias 18 e 19 de junho.

Em parceria com o projeto Castramóvel, clínica veterinária itinerante que promove mutirões de castração de animais no estado de Minas Gerais desde 2017, o espaço oferece uma estrutura completa com todos os equipamentos necessários para seu funcionamento, contendo ala para atendimento, salas pré e pós-operatório, espaço cirúrgico e equipe de profissionais especializados para que os procedimentos tenham um resultado positivo. O projeto já contemplou, somente em 2022 ,1.500 animais.

Segundo a coordenadora da Vigilância em Saúde, Leninha Severo, a castração é uma forma de reduzir a quantidade de animais abandonados, pois geralmente, são frutos de ninhadas indesejadas.  “A ação é realizada com imenso cuidado, atenção e amor. Todo o processo é muito seguro, minimamente invasivo e bem rápido. O cão ou gato castrado já sai com a roupa de proteção, microchipado e com todos os medicamentos necessários para a sua recuperação”, conta.

Para fazer o cadastro, o interessado deve levar ao Departamento de Vigilância Ambiental – Zoonoses (Av. Rosália Isaura de Araújo, s/n – Centro Administrativo) os documentos originais e cópia do CPF, documento oficial com foto (RG ou CNH) e mais o comprovante de renda de todos da família ou a ficha de resumo do CadÚnico – que pode ser baixada através do aplicativo “Meu CadÚnico” ou impressa nos Núcleos de Convivência da Secretaria Municipal de Ação Social. O contato da Vigilância Ambiental é o (34) 3691-7120.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x