Raphael Rios apresenta projeto “Plantando Vidas”, que visa o plantio de uma árvore para cada criança nascida em Araxá

Raphael Rios apresenta projeto “Plantando Vidas”, que visa o plantio de uma árvore para cada criança nascida em Araxá

O vereador Raphael Rios (Solidariedade) apresentou, na reunião ordinária desta terça-feira (23), Projeto de Lei que cria em Araxá o Programa “Plantando Vidas”, com o objetivo de fornecer uma muda para cada criança nascida no município.

Juntamente com a muda, o estabelecimento de saúde deve distribuir ainda um cartão com informações sobre a planta, sua espécie, como e onde deve ser plantada, além de informações sobre a importância da preservação do meio ambiente. O programa também pode ser aderido por hospitais particulares.

A indicação dos locais que deverá ser feita pelo Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA), que fará o levantamento das áreas aptas a receberem o plantio.

“É uma ação que visa preservar e multiplicar o meio ambiente, além de revitalizar a nossa natureza, despertando nas futuras mamães a conscientização ecológica e o estímulo, no momento tão especial de darem a luz, o cuidado com a planta recebida, para que esta cresça e se desenvolva, assim como elas também desejam para os seus filhos”, destaca o vereador.

O projeto segue para tramitação do plenário da Câmara Municipal.

Fórum Comunitário – Recomposição salarial dos servidores públicos

Raphael Rios também destacou durante o seu pronunciamento convite para o Fórum Comunitário de sua autoria, que acontece nesta quarta-feira (24), para debater sobre a recomposição salarial dos servidores públicos municipais e reajuste do vale-alimentação.

Trata-se de um tema bastante cobrado pela categoria que há anos reivindica esses benefícios por meio de cumprimento da Data-Base, que deveria ocorrer anualmente, tendo como referência o mês de maio.

“Há anos, o salário dos servidores municipais está defasado, chegando inclusive a não haver, sequer, recomposição. No período da campanha fui muito cobrado por servidores para levantar essa bandeira e agora, como vereador eleito, a cobrança aumentou, e é justo, visto que é papel desta Casa apreciar o projeto de recomposição ou reajuste salarial, mas que até o presente momento não foi protocolado. Porém é de responsabilidade do Executivo a lei que trata desse assunto e também do reajuste no vale-alimentação”, afirma.

“A Data-Base é maio, já estamos nos dias finais, e o projeto ainda não chegou. Vamos ouvir as alegações da Prefeitura, mas, mais que isso, ouvir a cobrança dos servidores municipais, saber a atual realidade, visto que a grande maioria ganha menos de dois salários mínimos”, reitera.

Debate sobre a Abolição da Escravatura

O vereador lembrou ainda de recente participação em um debate com universitários sobre o dia 13 de Maio. O evento foi mediado pelo vereador no dia 12 passado, no Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá), com a participação de representantes da cultura negra, Eliana Santana de Oliveira Marins e Kelly Cristina da Silva, da coordenadora do curso de Pedagogia, professora Ivana Guimarães Lodi, e cerca de 200 alunos.

Visita SOS

Raphael Rios também relatou sobre visita realizada à entidade Serviço Obras Sociais (SOS), que há 49 anos realiza ações de promoção humana para famílias carentes de Araxá.

O vereador foi recepcionado pelo coordenador Eliazar Moreira Vilaça, que apresentou as dificuldades enfrentadas pela entidade, principalmente por falta de renovação de convênio com a prefeitura.

O SOS cortou pela metade o número de famílias atendidas com cestas básicas, e ainda diminuiu o número de cursos profissionalizantes, relatando da importância da subvenção com o município para que suas atividades tenham continuidade.

Raphael Rios já entrou em contato com a prefeitura e a parte burocrática de documentação tem sido um entrave para que esta e outras entidades tenham seus convênios renovados. O vereador se comprometeu a acompanhar todas as etapas para que os convênios sejam renovados.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *