Super banner
Super banner

Romário propõe votação nominal a vetos encaminhados pelo Executivo

Romário propõe votação nominal a vetos encaminhados pelo Executivo

Vereador Romário Araxá

Quarto orador da tarde desta terça-feira (16), o vereador Romário do Picolé (PTdoB) abriu pronunciamento destacando união política por meio de carta lida pelo presidente Miguel Júnior (PMDB) comunicando contemplação da Casa do Caminho com emendas de deputados e contrapartida do Governo do Estado, totalizando R$ 500 mil, especialmente aos deputados Bosco (PTdoB), Aracely de Paula (PR) e João Bittar, além dos vereadores Eustáquio Pereira (PTdoB), Fabiano Santos Cunha (PRB) e Juninho da Farmácia (DEM) pela participação desta definição, representando o Legislativo, destacando ainda a importância do hospital da entidade para a população na prestação do serviço de saúde pública.

Em seguida, apresentou requerimentos.

– Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano – Restauração do parque, iluminação e placa denominativa da praça situada no bairro Vila Universitária.

– Prefeitura Municipal de Araxá – Construção de ginásio poliesportivo na Vila Silvéria.

– Prefeitura Municipal de Araxá – Encaminhamento para órgãos competentes o pedido de reforma da quadra de esportes, a construção de um laboratório de ciências, doação de equipamentos para laboratório de informática e contração de funcionários na área de auxiliar de serviços gerais da Escola Municipal Francisco Primo de Melo, situada na Zona Rural, BR-452, Km 05, Bosque dos Ipês.

– Prefeitura Municipal de Araxá e Secretaria de Desenvolvimento Urbano – Informações referentes à situação das associações e cooperativas de reciclagem de Araxá no Programa Bolsa Reciclagem oferecido pelo Governo do Estado por meio de decreto 45.975/2012.

Também apresentou proposta de emenda à Lei Orgânica do Município (LOM) modificando artigos e constando os teores – “A Câmara, dentro de 30 dias contados do recebimento da comunicação do veto, sobre ele decidirá, e sua rejeição somente ocorrerá pelo voto da maioria de seus membros” e “As deliberações da Câmara Municipal e de suas comissões serão tomadas por voto nominal, exceto na deliberação prevista no § 1º, do art. 33”.

Segundo o vereador, esta modificação visa dar mais transparência aos atos públicos.

Notícias relacionadas