Super banner

Vigilância em Saúde alerta população sobre os cuidados contra a dengue; LIRAa registra taxa de 4,2% de infestação

Vigilância em Saúde alerta população sobre os cuidados contra a dengue; LIRAa registra taxa de 4,2% de infestação

O primeiro Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) realizado em Araxá em 2023 pela Secretaria Municipal de Saúde apontou taxa de 4,2% de infestação do mosquito transmissor da dengue, febre amarela, zika e chikungunya. Os dados foram levantados entre os dias 9 e 12 de janeiro, percorrendo 2.241 imóveis em 119 bairros.

O índice é maior que o registro feito em janeiro do ano passado, quando o município apresentou infestação de 1,8%. O número compreende alto risco de contaminação alerta a população para a conscientização e prevenção da doença.

A coordenadora da Vigilância em Saúde, Leninha Severo, lembra que, além do trabalho preventivo, os Agentes de Combate às Endemias têm a função de Educadores em Saúde também, podendo orientar os moradores sobre as medidas que devem ser adotadas para evitar a proliferação do Aedes aegypti.

“A nossa maior preocupação neste momento é em relação à conscientização da população para que possamos acabar com os focos da doença. Pedimos que todos araxaenses se mobilizem para realizar a limpeza no seu imóvel, pois mesmo com todas as ações feitas pela prefeitura é preciso que todos estejam envolvidos no combate à doença e faça a sua parte. A dengue é uma doença séria e que pode ser evitada”, diz. 

De acordo com o biólogo da Vigilância Ambiental, Fabrício de Ávila, o principal foco do mosquito observado na pesquisa foi o de vasos de plantas nas residências, baldes, tambores e latas. O Centro e os bairros Santa Luzia, Santa Maria, Urciano Lemos, Santo Antônio, Pão de Açúcar 4 e Jardim Natália 2 apresentaram o maior número de infestação da dengue.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *