Araxá recebe equipe do Mapa para trabalho de registro de Indicação Geográfica

Araxá recebe equipe do Mapa para trabalho de registro de Indicação Geográfica

O secretário municipal de Desenvolvimento Rural, José Maria Lemos Júnior (Juninho), recebeu recentemente técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Carlos e Rogério, que trabalham na região de Araxá para o registro de Indicação Geográfica (IG), conferido a produtos ou serviços que são característicos do seu local de origem, o que lhes atribui reputação, valor intrínseco e identidade própria, além de os distinguir em relação aos seus similares disponíveis no mercado.

Em Araxá, os representantes do Mapa visitaram a unidade do Queijo Minas Artesanal do produtor rural Alexandre Honorato, detentor de diversas premiações regionais, estaduais e nacionais, e foi o primeiro ter certificação em Minas para comercialização do seu queijo para outros Estados.

O registro de Indicação Geográfica leva em consideração produtos que apresentam uma qualidade única em função de recursos naturais como solo, vegetação, clima e saber fazer. O Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI é a instituição que concede o registro e emite o certificado, sendo que o estudo realizado em Araxá e região está previsto para durar um ano até a certificação.

Também participaram do encontro o chefe do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) em Araxá, Calimério Guimarães, e a extensionista local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Silvia Passos.

O secretário Juninho destaca que a iniciativa, além de valorizar os produtos agropecuários locais, os tornam referência nacional, comprovação de suas qualidades e divulgação das nossas tradições.

Notícias relacionadas