Araxá será beneficiada com a construção do Hospital Regional de Uberaba

Araxá será beneficiada com a construção do Hospital Regional de Uberaba

A macrorregião do Triângulo, composta por 27 municípios e população estimada em 700 mil habitantes, participantes das microrregiões de Uberaba, Araxá, Frutal e Iturama, contará com mais uma melhoria qualidade no atendimento em saúde. Foi assinado nesta segunda-feira (14), um convênio de R$ 29 milhões para a construção do Hospital Regional de Uberaba, sendo R$ 20 milhões provenientes do Tesouro do Estado e R$ 9,3 milhões de contrapartida do município de Uberaba. A previsão de conclusão do hospital é de 18 a 24 meses.

O hospital terá 121 leitos de enfermaria, 20 blocos de unidade de terapia intensiva (UTI) – previsão gradativa de expansão para 40 -, 13 blocos de urgência e emergência e seis leitos de observação, totalizando 160 leitos. O hospital atenderá média complexidade, com leitos de clínica médica, com realização de cirurgias eletivas e atendimento das urgências/emergências de menor complexidade e leitos de terapia intensiva.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Marcus Pestana, a construção do hospital abre outra porta para a saúde da região que hoje demanda mais serviços. “Olhamos diretamente o interesse da população que tanto aguardava por este hospital. Serão oferecidos serviços de qualidade não apenas para Uberaba, mas sim para toda a região”, destacou.

Dentre as propostas previstas com a construção do hospital está o aumento na oferta de média complexidade na microrregião; diminuição da demanda por média complexidade no Hospital das Clínicas, permitindo aumento na oferta de serviços de alta complexidade e melhoria do fluxo de atendimento.

“O hospital surgiu de um projeto discutido com a população, da importância de ampliar a assistência às urgências e emergências em clínicas médica e cirúrgica no nível da média e alta complexidade e para atender às demandas eletivas de média complexidade na região. Nossa cidade precisa cumprir seu papel de cidade polo. Esperamos que até o final de 2011, se torne realidade”, comemorou o prefeito de Uberaba, Anderson Adauto.

Notícias relacionadas