Árvore dos Enforcados recebe tratamento para ter vitalidade aumentada

Árvore dos Enforcados recebe tratamento para ter vitalidade aumentada

O Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA) e o paisagista André Luiz Honorato promovem um minucioso trabalho com o objetivo de aumentar o tempo de vida da Árvore dos Enforcados, patrimônio histórico tombado e um dos principais símbolos de referência da cultura negra de Araxá.

O piso de concreto e o entulho acumulado logo abaixo que abafava o sistema radicular da árvore – indispensável para a obtenção de água e nutrientes do solo – começaram a ser retirados no início desta semana e serão substituídos por grama. A mureta ao entorno do antigo piso será mantida.

“Estamos na primeira etapa do trabalho, vamos fazer um tratamento curativo e combater as pragas”, afirma o paisagista.

Ele acrescenta que as podas inadequadas feitas na árvore provocaram lesões nos galhos (alguns precisaram ser retirados). “Elas facilitaram a entrada de brocas (tipo de inseto) e provocaram essas lesões. Árvore de óleo não foi feita para poda”, diz André.

Ele alerta que a comunidade precisa colaborar para que a árvore seja mantida viva, pelo menos, por mais 50 anos. “Infelizmente, ela não irá viver o tempo que é de costume, ou seja, 500 anos. Se nada fosse feita ela não iria durar nem dois anos.”

Árvore dos Enforcados

No alto de um morro na rua Gustavo Martins de Oliveira, bairro Santa Rita, está o Pau de Óleo, que evoca uma triste lenda. Certa vez, dois irmãos, escravos, cansados de serem brutalmente tratados pelo proprietário, assassinaram-no. O crime foi descoberto e os irmãos foram levados a julgamento.

Segundo o veredicto de um júri popular, esse julgamento terminou com a sentença de enforcamento para os dois condenados. E foi nessa árvore que os dois irmãos foram enforcados.

Após esse fato, conta-se, em Araxá, que nas frias noites de ventania pode-se escutar os tristes gemidos dos enforcados. Desse local, se tem uma bela vista da cidade.

Notícias relacionadas