Aterro sanitário é avaliado para atender todas as normas da Supram

Aterro sanitário é avaliado para atender todas as normas da Supram

Técnicos ambientais do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA) e da prefeitura estão realizando uma avaliação preliminar no aterro sanitário, com o objetivo de estipularem um prazo para o cumprimento total das normas exigidas pela Superintendência Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Supram).

Os técnicos detectaram que uma obra emergencial precisa ser feita para impedir o desmoronamento do barranco que cerca o aterro. Outras medidas para a segurança no local estão a construção de mais canaletas para o escoamento da água pluvial e o plantio de sansão do campo, espécie popularmente conhecida como cerca viva, no entorno do aterro.

O chefe do Departamento de Gestão Ambiental do IPDSA, Alex Sander Ribeiro, diz que o aterro sanitário opera atualmente com cerca de 60% da demanda do município.

Notícias relacionadas