Super banner
Super banner

Capal apresenta resultados de pesquisas do café

O Campo Experimental de Café da Cooperativa Agropecuária de Araxá (Capal) recebeu nesta manhã (25) cerca de 250 representantes da cadeia cafeeira de Araxá e região. O objetivo do encontro, denominado “Dia de Campo”, foi apresentar os resultados do segundo boletim técnico de experimentos para o cultivo do café, dentre eles, nutrição, irrigação, espaçamento, variedades, podas, defensivos, adubação verde e outros. A Capal conta com a parceira da Fundação Procafé e do Sebrae-MG.

Os resultados foram apresentados por palestrantes divididos em oito estações espalhadas pelo campo experimental, que teve as suas atividades iniciadas em novembro de 2005. O encontro também lançou o livro “Cafeicultura Irrigada“, escrito pelos especialistas Roberto Santinato, André Fernandes e Durval Fernandes. “Através dos resultados obtidos, os produtores vão ter um melhor desenvolvimento da planta (café), através de práticas de manejo, controle de pragas e doenças, além de variedades mais produtivas para a nossa região”, destaca o presidente da Capal, Alberto Adhemar do Valle Júnior.

“É um trabalho importantíssimo de a cooperativa passar todos esses conhecimentos aos cafeicultores, que enfrentam um mercado competitivo e globalizada, além da troca de experiências”, diz o representante comercial da Associação dos Cafeicultores de Monte Carmelo, Antônio Carlos de Oliveira.

O Campo Experimental de Café da Capal ocupa uma área de 12 hectares, 3,5 deles abrigam um total de 19 experimentos, além de ter a preservação de uma nascente que recebeu o plantio de 12 mil mudas. Esta preservação faz parte do Projeto de Recuperação de Nascentes, Matas Ciliares e Voçorocas, lançado pela cooperativa no final do ano passado.

Notícias relacionadas