Congresso em Araxá debate temas sobre o Girolando

Congresso em Araxá debate temas sobre o Girolando

Da Redação/Agência Minas – A abertura oficial do 1º Congresso Brasileiro de Gado Girolando foi promovida nesta manhã (23), com a participação do Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento. As palestras abordam temas técnicos e científicos, como genética, melhoramento animal, cruzamentos, fertilidade, produção de sólidos e sanidade. O evento segue até este sábado (24) e é promovido pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Embrapa Gado de Leite e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A raça surgiu do cruzamento do gado holandês com o Gir, mais adaptado às condições climáticas tropicais, e tornou-se a principal raça leiteira do Brasil, responsável por cerca de 80% da produção.  Minas Gerais, que possui a maior bacia leiteira do país, responde por quase um terço da produção nacional, com aproximadamente 7,9 bilhões de litros por ano.

Diante deste contexto, o governo de Minas criou o programa Minas Leite, que visa a implementação de políticas públicas para melhorar a qualidade da produção estadual. Em 2011, a meta do programa coordenado pela Seapa é contar com pelo menos 1.000 fazendas assistidas por técnicos do governo.

Cada propriedade serve de unidade modelo para outras dez fazendas, gerando um processo multiplicador das técnicas de produção e de gerenciamento. Em quatro anos, já foram registradas melhorias significativas no processo produtivo das fazendas integradas ao programa.

Com a finalidade de discutir os assuntos de interesse do setor leiteiro e dar suporte à elaboração de políticas públicas e privadas voltadas para o segmento, o governo de Minas criou também o Fórum do Leite, em agosto deste ano. Coordenado pelo governador Antonio Anastasia, o Fórum conta com a participação de representantes dos diversos segmentos ligados à cadeia produtiva do leite.

De acordo com Elmiro Nascimento, essa iniciativa é um compromisso prioritário do Estado e corresponde a um dos deveres do governo, que é o de incentivar a produção e a industrialização do produto.

Notícias relacionadas