Mãe de três filhos é atropelada por motociclista embriagado

Mãe de três filhos é atropelada por motociclista embriagado
Foto: Marcelo Teixeira - Bombeiros

Acionados através do 193, uma guarnição de resgate comandada pelo 2º Sgt BM Teixeira, compareceu à rua Nossa Senhora do Carmo onde um motociclista inabilitado e com fortes sintomas de embriaguez atropelou a Sra. A.F.M. de 28 anos enquanto ela colocava seu bebê de cerca de dois meses no bebê conforto do carro.

Segundo relato das testemunhas, L.G.L.,de 20 anos, estava em alta velocidade quando atingiu a vítima e caiu logo em seguida da moto que conduzia.
A vítima teve trauma de crânio grave com afundamento e fratura no tornozelo esquerdo além de várias escoriações e cortes pelo corpo.
Os bombeiros imobilizaram rapidamente a vítima e a encaminharam ao PAM às 19h, sendo recebida consciente, porém desorientada e muito agitada. Seu estado é grave e ela foi encaminhada para Uberaba para exames mais detalhados, visando saber a gravidade da lesão.

A PM compareceu ao local rapidamente e prendeu o autor do atropelamento que aparentemente nada sofreu. Foi constatado que o autor, um auxiliar de serviços gerais, de 20 anos de idade, não possuí carteira nacional de habilitação e estava embriagado, conforme teste de etilômetro.
No bolso do autor foi localizada uma certa quantidade de substância esverdeada semelhante a maconha.

O bebê que a vítima carregava, felizmente nada sofreu, pois já estava seguro no bebê conforto.

Notícias relacionadas

2 Comentários

  1. emerson

    Não entendi a demora da policia para chegar ao local, pois tinha uma viatura a menos de 200 metros deste acidente, ou seja na porta da Santa Casa, populares tiveram que segurar o motoqueiro que queria fugir, bombeiros chegaram rápido e socorreram a vítima, mas se não fosse populares o motoqueiro teria fugido.
    Gostaria de saber como funciona o acionamento da Policial Militar, é acionado a viatura que está mais perto da ocorrência? ou uma outra viatura, neste caso porque demorou tanto se a viatura estava a menos de 200 metros? respeito muito o trabalho da policia militar e nunca comentei uma ocorrência pois sei que a PM é competente para solucioná-las, mas neste caso um irresponsável bêbado que além de atropelar uma inocente e por Deus não atropela também o bebê de 2 meses, ficou no local do acidente por mais de 20 minutos falando besteira para os amigos da vítima, além disto tentou fugir do local, por pouco populares não fizeram justiça com as próprias mãos… se tivesse acontecido isto provavelmente que o fizesse estaria preso e com certeza o irresponsável livre…

    Responder
  2. Lulu

    Boa noite!!! Aqui onde moro tem bastante vagabundo fumando drogas na rua.as vezes a policia sabe onde ta os traficante e onde sao os pontos de drogas e so’ agirr

    Responder

Deixe um comentário: