Representantes da OAB se reúnem com Vereadores na Câmara

Representantes da OAB se reúnem com Vereadores na Câmara

Audiência Pública foi motivada por comentários do Vereador César Romero na Tribuna.

 

Na tarde dessa segunda-feira (11), o Plenário Vereador Guilherme Gotelip Neto recebeu Vereadores, imprensa e diversos advogados do Município de Araxá para uma Audiência Pública. Ainda participaram membros da Diretoria da 33ª Subseção OAB – Araxá, Presidentes de Subseções, membros das Diretorias da OAB-MG e OAB Federal, e representantes das cidades de Bambuí, Lagoa da Prata, Patos de Minas, Patrocínio, Prata, Sacramento, Uberaba e Uberlândia.

A Reunião foi solicitada pela Ordem dos Advogados para que a categoria pudesse se manifestar publicamente em relação às declarações emitidas pelo Vereador César Romero da Silva (Garrado-PR), na Reunião Ordinária de terça-feira (05). A fala do parlamentar foi considerada ofensiva pela OAB.

O Presidente do Legislativo, Vereador Fabiano Santos Cunha (PRB), abriu a Reunião fazendo a leitura de uma nota de esclarecimento, divulgada pela Câmara, que ressalta que as considerações feitas pelo parlamentar, não refletem a opinião da Mesa Diretora nem dos demais vereadores. A nota ainda reforça o extremo respeito pela classe dos advogados e pela 33ª Subseção OAB – Araxá, pelos seus relevantes serviços prestados à comunidade.

O Vereador Garrado usou a tribuna para explicar suas declarações. Ele pediu desculpas e assumiu ter errado em seu discurso: “Todo erro é passível de conserto e gostaria de pedir perdão a cada um dos advogados, com muita humildade”.

O Presidente da OAB-Araxá, Dr. Thiago Pereira, agradeceu a presença e a solidariedade dos membros da Ordem e a agilidade do Legislativo em atender a solicitação da Audiência. Ele manifestou a indignação de toda a classe em relação ao ocorrido: “Os advogados de Araxá são sérios e honestos e sempre prestaram serviço de excelência à comunidade. A OAB possui um Código de Ética rigoroso, e qualquer pessoa pode denunciar desvios que, se constatados, poderão ser punidos pela Ordem”.

A OAB protocolou junto à Câmara uma solicitação de Censura Verbal ao Vereador Garrado. A entidade também apresentou um requerimento para tramitação do Código de Ética do Legislativo Araxaense.

O Presidente da Câmara finalizou acatando o pedido de Censura Verbal ao Vereador César Romero, nos termos do Artigo 125, Inciso 2, do Regimento Interno. Fabiano ainda assumiu, junto à Mesa Diretora, o compromisso de colocar o Código de Ética em tramitação o mais breve possível, com a participação dos 15 Vereadores.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *