Secretaria Municipal de Saúde lança Projeto Maternar

Secretaria Municipal de Saúde lança Projeto Maternar

A equipe de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde fez o lançamento do Projeto Maternar durante solenidade realizada na tarde desta quinta-feira (6), no Memorial de Araxá, dentro das comemorações da Semana Mundial da Amamentação. Na oportunidade, foram lançados dois programas – Gestar e Amamentaraxá.

Um outro destaque do evento foi a exposição da psicóloga, consultora internacional e integrante da equipe de Saúde Mental, Angela Maria Amâncio de Ávila, sobre uma artigo científico de sua autoria com o tema “Primeiro Amor” – desdobramentos do primeiro contato entre mãe e filho.

A intenção da secretaria é tornar o município um polo de educação permanente em aleitamento materno, como capacitações e atualizações de profissionais da saúde da microrregião para a assistência, promoção e incentivo ao aleitamento materno.

As comemorações da Semana Mundial da Amamentação pela prefeitura se estendem ao longo deste mês com diversos eventos.

Gestar

A coordenadora da equipe de Saúde Mental, a psicóloga Patrícia Nacif, explica que o Programa Gestar promoveu a capacitação de diversos profissionais da área de saúde para trabalhar com grupos de gestantes atendidas pelas Unidades de Saúde (Unis) e grupos já existentes nas equipes da Saúde da Família (PSFs).

“São grupos abertos e no momento da consulta com o obstetra fazemos um trabalho de educação desde a gestação até o parto, cuidados com o bebê, vivências emocionais durante a gestação, educação dos filhos maternidade, paternidade, ou seja, um trabalho bem amplo”, explica.

Amamentaraxá

Patrícia diz que o objetivo do Programa Amamentaraxá é resgatar a cultura do aleitamento materno em Araxá.

“A gente vai fazer vários eventos durante o mês, aproveitando a Semana Mundial da Amamentação, para incentivar a doação de leite materno. No início a mãe costuma produzir mais leite do que o bebê precisa e a doação evita que o empedramento do leite e dores nos seios. Ensinamos como se deve fazer a coleta e vamos incentivar o contato com o Banco de Leite Humano de Araxá.”

Waba

Araxá é uma das poucas cidades mineiras que está credenciada na Word Alliance for Breastfeeding Action (Waba) – Aliança Mundial para Ação em Amamentação -, uma rede mundial de promoção do aleitamento materno.

“Todas as cidades que enviam suas programações da Semana Mundial da Amamentação, e depois comprovadas, são certificadas pela rede Waba”, destaca Patrícia.

A Waba foi formada em 1991 em seguimento à Declaração do Innocenti para proteger, promover e apoiar a amamentação. A Waba constitui uma rede mundial de pessoas, organizações, grupos comunitários, associações profissionais, jornalistas, ecologistas e profissionais de saúde que trabalham em prol do aleitamento materno.

Um dos seus planos de ação é a mobilização social para o resgate da cultura da amamentação. Como estratégia universal instituiu uma semana no calendário internacional de 1° a 7 de agosto quando mais de 120 países celebram a Semana Mundial da Amamentação endossados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

Notícias relacionadas