Super banner
Super banner

Araxá Cine Festival muda para o Grande Hotel

Araxá Cine Festival muda para o Grande Hotel

Teatro Municipal há dez dias / Foto: Sérgio Gomes

Da Redação – Araxá vai sediar seu primeiro festival de cinema, a partir do próximo dia 10 de setembro. O Araxá Cine Festival foi criado pela cineasta e produtora executiva Débora Torres, autora intelectual e dona do festival e conta com a Curadoria de Rubens Ewald Filho na “Mostra Competitiva de Longas-Metragens Brasileiros de Ficção” e na “Mostra Curta Araxá” e Guigo Pádua na “Mostra Curta Minas”.

O festival que tem como proponente este ano a Associação de Música de Araxá, acontece no Grande Hotel de Araxá e terá uma extensa programação de sete dias com exibições de filmes totalmente gratuitas.

O evento seria realizado no Teatro Municipal na av. Antônio Carlos. A organização do festival justifica que na cabine do Teatro não cabe o projetor 35 mm, mas fontes ligadas ao Diário de Araxá confirmam a mudança porque o novo teatro ficaria pronto para o Festival. Com isso o novo teatro só sediará a festa de premiação.

O festival oferece uma premiação total de R$ 130 mil, distribuída por várias categorias, sendo que a maior premiação será dos curtas araxenses, que receberá R$ 40 mil destinados a produção de outro curta na categoria ficção que abrirá a segunda edição do festival.

A programação do 1º Araxá Cine Festival consiste em mostras competitivas cinematográficas, nas seguintes categorias: longas-metragens brasileiros de ficção convidados, curtas-metragens mineiros convidados e curtas-metragens araxaenses selecionados, além do “Festivalzinho” para as crianças da rede municipal e estadual de ensino, palestras, debates, lançamentos de livros, oficinas e workshops de audiovisual.

O festival é realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet – Ministério da Cultura) com o apoio total do Governo Municipal, através da Secretaria Municipal de Turismo – Sra Alda Sandra e com o patrocínio de CBMM e Cemig.

Todas as atividades programadas terão acesso gratuito, com apresentações musicais na abertura de cada sessão (sob a coordenação artística de Débora Arantes que selecionará os grupos musicais que farão as aberturas de cada noite) promovendo um salutar intercâmbio interregional entre profissionais, público e amantes da arte cinematográfica e musical.

Mostras competitivas

A solenidade de abertura do festival está marcada para ás 19h, com a exibição do curta-metragem “Maria Fumaça, Chuva e Cinema” de David Cardoso, que será homenageado na noite de abertura; e do documentário “O Mineiro e o Queijo”, de Helvécio Ratton – cineasta que também será homenageado pelo conjunto de obras.  A programação segue com a exibição dos filmes “O Contador de Histórias” (de Luiz Villaça, 11 de setembro), “O Palhaço” (de Selton Mello, 12 de setembro), “Não se preocupe, nada vai dar certo!” (de Hugo Carvana, 13 de setembro), “Olhos Azuis” (de José Joffily, 14 de setembro) e “Onde está a felicidade?” (de Carlos Alberto Riccelli, 15 de setembro).  Todos selecionados pelo curador Rubens Ewald Filho e participantes da “Mostra Competitiva de Longas-Metragens Brasileiros de Ficção”.

Na “Mostra Curta Minas”, foram convidados pelo curador Guigo Pádua, os curtas-metragens mineiros: “Fui!!!” (de Guilherme Fiúza, 11 de setembro), “O Céu no Andar de Baixo” (de Leonardo Cata Preta, 12 de setembro), “Trecho” (de Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr., 13 de setembro), “O Maior Espetáculo da Terra” (de Marcos Pimentel, 14 de setembro) e “Raízes e Asas” (de Luis Felipe Pimenta, 15 de setembro).  A programação diária se completa com a “Mostra Curta Araxá” com curtas-metragens araxaenses inscritos e selecionados por Rubens Ewald Filho, que serão divulgados em breve.

Também faz parte do 1º Araxá Cine Festival, o “Festivalzinho” voltado para as crianças da rede municipal e estadual de ensino. Será exibido o filme “Pequenas Histórias”, de Helvécio Ratton, em dois horários, às 8h e às 14h.

Júri oficial

As mostras competitivas serão julgadas por nomes famosos do cinema brasileiro como diretores, produtores e cineastas, que escolherão os vencedores do prêmio “Dona Beja” em dinheiro (valor total da premiação R$130 mil) e ao “Troféu Araxá – Terra do Sol”, idealizado pelo araxaense Aloísio Zema, que também assina o troféu.

O júri oficial do 1º Araxá Cine Festival será presidido pelo diretor Sérgio Bianchi, responsável por longas-metragens  premiados como “Cronicamente Inviável”, “Quanto vale ou é por quilo?”, “Os Inquilinos” dentre outros. O diretor Jeremias Moreira (“Menino da Porteira” (1977 e 2009) e “Fuscão Preto”), o diretor Ricardo Pinto e Silva (“sua excelência, o candidato”, “Querido estranho”,“Dores e Amores” e “Carro de Paulista”), a produtora brasiliense Malu Moraes (“No Coração dos Deuses”, “Círculo de Fogo”, “Homem Mau Dorme Bem”) e a produtora Liane Muhlenberg  (“Parayba – Mulher Macho”, “Gaijin – Ama-Me Como Sou”, “O Homem da Capa Preta”, “Bete Balanço”) completam o júri.

Oficinas e workshops

Durante o evento, acontecerão uma oficina e diversos workshops no salão Ouro Preto do Tauá Grande Hotel de Araxá, sendo que as oficinas serão na parte da manhã e os works shops  no período da tarde, a partir das 15h.  As inscrições estão abertas no site oficial do festival (www.araxacinefestival.com.br) e são totalmente gratuitas para públicos de todas as idades, interessados nas artes cinematográficas, com emissão de certificado para os participantes.

A “Oficina Cinema Total – Roteiro, Produção e Direção” ministrada pelo cineasta e produtor internacional Walter Webb, será três oficinas em uma e visa fornecer uma formação prática da linguagem e técnicas do cinema e do vídeo, com temas que abordam todas as fases de uma produção cinematográfica.

Estão também na programação os workshops “Como fazer um filme do começo ao fim” com o premiado diretor e cineasta carioca Aluízio Abranches;  “Preparação – Vivência da Personagem no Tempo Presente” com a atriz Ingra Liberato, a eterna Ana Raio da novela “Ana Raio e Zé Trovão”; “Ler, escrever e adaptar” com o ator Germano Pereira;  “Por que um cinema brasileiro?” com o diretor João Batista de Andrade, ex-secretário da Cultura do Estado de SP e atual presidente do Memorial da América Latina; além de encontros com a atriz global Rosamaria Murtinho,  que vai falar sobre sua gloriosa carreira na televisão, cinema  e teatro  e mesas de debate sobre  fomentos ao cinema mineiro, com a presidência da ABD –MG (Associação Brasileira de Documentaristas do Estado de Minas Gerais) e presidência da Film Comission do Governo de Minas.

Lançamentos de livros e DVDs

Durante o 1º Araxá Cine Festival, haverá lançamentos de livros e DVDs por seus autores e representantes. Serão lançados  “Dicionário de Filmes Brasileiros – Curta e Média-Metragem”, do pesquisador Antônio Leão (15 de setembro); “Ensaios de Cinema”, do crítico L.G. de Miranda Leão (14 de setembro); “Criação de Curta-Metragem em Vídeo Digital”, do cineasta e roteirista Alex Moletta (12 de setembro);  “Autobiografia do Rei da Pornochanchada” de David Cardoso (11 de setembro); do DVD e CD “No Passo do Birim” da cineasta Aurora Miranda (14 de setembro); além do livro “Roberto Pires – O Inventor de Cinema”, de Aléxis Góis e do DVD “Redenção”, longa de Roberto Pires, ambos serão lançados por Laura Pires (13 de setembro).

Homenageados

No 1º Araxá Cine Festival, será concedido o “Troféu Araxá Homenagem” (pelo conjunto representativo de obras) a nomes significativos do cinema brasileiro e mineiro.

Durante as noites do festival serão homenageados muitas personalidades do cinema brasileiro como a cineasta Tizuka Yamasaki, os diretores Helvécio Ratton, João Batista de Andrade e Guilherme de Almeida Prado; os atores Murilo Rosa, Oscar Magrini, David Cardoso e Leandro Firmino do filme “Cidade de Deus”; as atrizes Bete Mendes e Ingra Liberato; o produtor cinematográfico Flávio Tambellini; o diretor de arte Oswaldo Lioí; o jornalista e cineasta Hermes Leal, a pesquisadora e produtora Alice Gonzaga e o embaixador Lauro Moreira, pela difusão do cinema brasileiro no exterior.

O festival será apresentado pelo ator global Germano Pereira e contará ainda com as presenças das atrizes Patrícia Naves e Bruna Lombardi, do ator e cineasta Carlos Alberto Riccelli, além de diversos atores e atrizes dos elencos dos filmes das mostras competitivas. Todas as atividades do 1º Araxá Cine Festival são gratuitas e abertas ao público. Conheça a programação completa no site oficial do evento: www.araxacinefestival.com.br

Serviço

Data: 10 a 16 de setembro de 2012

Local: Tauá Grande Hotel de Araxá e Festa de Premiação (16 de setembro) no Teatro Municipal de Araxá (Justificativa de realização no Tauá Grande Hotel: na cabine do Teatro Municipal não cabe o projetor 35 mm do festival)

Notícias relacionadas