Araxá registra 15 casos positivos para coronavírus; aumento é de seis casos em dois dias

Araxá registra 15 casos positivos para coronavírus; aumento é de seis casos em dois dias

O Boletim Epidemiológico de Araxá desta quinta-feira (14) mostra mais dois casos confirmados de Covid-19 nas últimas 24 horas, e estão em monitoramento. Com isso, a cidade chega a 15 casos confirmados. Em dois dias, Araxá teve seis novos casos positivos (aumento de 66%).

São seis casos positivos que estão em monitoramento, sete se recuperaram e dois foram a óbito.

O boletim também registra mais seis registros de casos suspeitos investigados, passando de 117 para 123. Mais um caso foi descartado, passando para 92, e 16 aguardam resultado.

Síndrome gripal passou de 588 para 606 registros, e síndrome de respiratória aguda teve mais quatro registros nas últimas 24 horas, passando para 64.

Casos confirmados

Araxá tem 15 casos confirmados. Agora sete estão recuperados, sendo quatro nas últimas 24 horas, seis estão em monitoramento e dois casos foram a óbito.

Confira os indicadores.

Araxá registra 15 casos positivos para coronavírus; aumento é de seis casos em dois dias 1
Araxá registra 15 casos positivos para coronavírus; aumento é de seis casos em dois dias 2

Notícias relacionadas

57 Comentários

  1. Rica oliveira

    Temos observado pessoas ainda sem máscaras, algumas passeando com cães, andando de bicicletas a lazer, fazendo caminhadas.solicito as autoridades que inibam esses comportamentos enquanto e tempo.

    Responder
  2. Daniela

    Pessoal, não acredito que o problema de Araxá seja o contágio no trabalho. As pessoas ali estão se cuidando.
    O problema é que para a maioria dos jovens (até 40/50 anos) eles não serão tão afetados e com isso podem se reunir na casa dos amigos e namorar e tal. Sei de muitos que nunca respeitaram um dia de quarentena e basta um está contaminado para os 15 da festinha se contaminarem!

    Responder
  3. Rita de Cassiano

    As Autoridades de Araxa tem tomar medidas mais rápidas possíveis, não deveria ter autorizado abrir nada , o povo esta tudo desenfreados, tem que tomar restrições mais rigorosas, ficar tudo que for possível, e multar quem estiver na rua sem justa causa , se mexer no bolso aí sim o pivô respeita, de Agora para frente vai ficar pior o problema, faça alguma coisa com mais rigor Autoridades, precisam barrar este problema enquanto da tempo ! Meu Deus parece que ninguém sabe o que ordem ou pensam que comigo não acontece ! Acontece sim ,,!!!!

    Responder
  4. Deborah

    Concordo com a helena patricia que besteira abrir loja que nrm estoque direito tem e o povo precisa e de comida nao de roupa e eletro domestico

    Responder
  5. Jessika Costa
    Jessika Costa

    Se teve esse aumento pode ter sido aumentado tbm pelo comércio,mais só frequenta os comércios quem quer,quem quer se cuidar e pode fica em casa e quem não pode ficar em casa pq precisa trabalhar que tenha a responsabilidade de se cuidar!

    Responder
  6. gilberto garzon junior

    pios eh..a populaçao acha que nunca vai chegar em nossa casa..na nossa cidade..quando se enxergar..o virus ja esta no silencio de nossa cidade….na nossa casa se manifestando e ai tem que contar com a sorte pra que a doença nao seja agressiva..

    Responder
  7. Maria Jose Borba
    Maria Jose Borba

    O comércio estava fechado e as pessoas fazendo festas. Segundo a administração de um supermercado só na primeira semana venderam três vezes mais cerveja e carne 🥩 do que no Natal e Ano Novo. Sem contar as festas em todos os dias de live… o povo só não reuniu para trabalhar!

    Responder
    1. Maria Áurea Pereira
      Maria Áurea Pereira

      Karine Emanuela amiga,pode ter certeza que tem muita gente infectada assintomáticos!
      Uma colega do polo São Paulo,mora lá,disse que deu positivo,ela disse sentiu muita enxaqueca e uma febre não muito alta,Mas durou dois dias foi então uma amiga dela falou para ela ir em uma UBS fazer exame,e testou positivo!
      É um vírus mutante então os profissionais não conseguem identificar !

      Responder
  8. Juliana Assis
    Juliana Assis

    Queria muito entender qual está sendo o procedimento de atendimento aos demais casos de doenças, hoje em um posto de saúde simplesmente fizeram uma pessoa próxima a mim assinar um termo, como se fosse o covid, agora só existe essa doença? Os sintomas dela não é covid ou por acaso esse caroço seria os sintomas ?🤔 não fizeram exames nenhum, informaram que esse é o protocolo, queria muito saber porque não estão tratando das outras doenças ? Que descaso 😰 Alguém me diga?

    Responder
    1. Maria Jose Borba
      Maria Jose Borba

      Juliana Assis e a farra do dinheiro público, tanto as verbas para as prefeituras, quanto as pessoas que não trabalham há anos por opção e agora estão recebendo auxílio emergencial…

      Responder
    1. Gabii Damasceno
      Gabii Damasceno

      Sueli Aquino Mais acontecimentos ? As pessoas parece que gostam de ver as coisas acontecendo e tão triste por que agente só ver casos positivos e pessoas morrendo e mesmo assim não ligam não se preocupam não procuram se proteger desse vírus.

      Responder
    1. Larisse Barcelos
      Larisse Barcelos

      Jessica Wesleyana um pouco, porque se não morrer de corona, vai ser de fome! Temos que precaver sim. Mais todos precisam trabalhar pra ter dinheiro pra ter de comer e até mesmo se ficar doente, vai precisar de dinheiro pra comprar remédios.. ☺️

      Responder
    1. Chris Costa Guerra
      Chris Costa Guerra

      E por causa do povo ficar batendo perna na rua,superlotando supermercados, loterias..fazendo churrasco com a galera pra assistir live…opções não faltam..o que falta é MAIS RESPONSABILIDADE e MENOS HIPOCRISIA.

      Responder
    1. Chris Costa Guerra
      Chris Costa Guerra

      Robson Sousa Pereira apenas o reflexo da irresponsabilidade das pessoas,que estavam achando q a quarentena era férias… Não podem trabalhar,mas poder sair,passear,ir pra rancho,se aglomerar pra faxer churrasco e assistir lives..Cada um tem que ser responsável em fazer sua parte e parar de ficar culpando o próximo.

      Responder
    2. Rozana Souza
      Rozana Souza

      Nao acredito q esse aumento seja por conta de comercio e sim por conta de irresponsabilidade de quem liberou um velorio para o publico de uma pessoa q veio a falecer da doenca.

      Responder
    3. Emerson Borges
      Emerson Borges

      O povo falando que o comércio aberto é responsável pelos casos de covid. Mas me contem uma coisa: E as festas e churrascos no fim de semana? E esse tanto de menino na rua soltando pipa? Ruas cheias de gente batendo perna… E a culpa é mesmo do comércio aberto, sendo que todos os comerciantes estão cumprindo rigorosamente as regras estabelecidas pelo comitê? Me poupe!!!!!! Me poupe!!!!!!!!!!!

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *