Super banner
Super banner

Araxá segue com vantagem na finalíssima da Segundona

Araxá segue com vantagem na finalíssima da Segundona

Fausto Alvim, o Majestoso da avenida Imbiara - Foto: Jornalismo Rádio Cidade

Da Redação – A primeira partida entre Araxá e Social pela final da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro terminou em 1 a 1, na noite desta segunda-feira (21), no Estádio Louis Ensch, em Coronel Fabriciano. Apesar de ter levado o empate no final da partida, o resultado foi bom para o Araxá que tem a vantagem (melhor campanha na primeira fase) de poder empatar novamente que mesmo assim fica com o caneco. Entretanto, no final da partida o treinador Luiz Eduardo disse que o time vai ofensivo para o segundo jogo.

O Araxá abriu o marcador aos 33 minutos do segundo tempo com Rafinha, após receber passe do artilheiro Tiago Pereira e bater na saída do goleiro adversário.

Quando parecia que o Ganso sairia com a vitória, o time da casa pressionou bastante e conseguiu o empate aos 40 minutos. Carioca fez boa jogada pela linha de fundo e encontrou Gil na área, que marcou após dividida com o zagueiro Diego Rafael.

A partida de volta acontece neste sábado (26), às 17h, no Fausto Alvim. Flávio Torres desfalca a equipe por ter levado o terceiro amarelo. Fernando Pompeu e Michel Cury cumpriram suspensão e estão à disposição da comissão técnica. Assim como em 2007, o Ganso tem a vantagem de poder decidir a Segundona novamente em casa. Cerca de 5 mil ingressos devem ser colocados à venda.

Ficha técnica

Social: Thiago Oliveira, Osvaldir (Diego Gomes), Henrique, Rogério e Ivan (Denilson); Xandinho, Renan, Caio (Gil) e Madson, Daniel Vilela e Carioca. Treinador: Jordan de Freitas.

Araxá: Arlem, Filhão, Felipe Nogueira, Diego Rafael e Fabiano; Cafu, Indinho, Marcelino, Samir (Flávio Torres) e Roni (Rafinha); Tiago Pereira (Tuta). Treinador: Luiz Eduardo.

Arbitragem: Cleisson Pereira, auxiliado por Marcus Vinícius Gomes e Frederico Vilarinho.

Gols: Rafinha, aos 33, e Gil, aos 40 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Indinho e Flávio Torres (Araxá).

Notícias relacionadas