Araxá tem caso suspeito por contaminação de cerveja artesanal

Araxá tem caso suspeito por contaminação de cerveja artesanal
Foto: Divulgação

Um caso suspeito em Araxá de contaminação de uma pessoa que teria consumido um dos lotes adulterados da cerveja artesanal Belorizontina (Cervejaria Backer) está sendo investigado.

A Assessoria de Comunicação da prefeitura confirmou à reportagem a notificação do caso pela Secretaria de Municipal de Saúde, mas até o momento a pasta não se manifestou oficialmente sobre a investigação.

O Diário de Araxá apurou que o paciente procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) alegando alguns sintomas apresentados por casos já confirmados no Estado. Ele foi consultado, fez exames e passa bem. A prefeitura aguarda os resultados do material que foi coletado e encaminhado à Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

A perícia da Polícia Civil encontrou as substâncias químicas monoetilenoglicol e dietilenoglicol em um dos equipamentos de processo de produção da cerveja e também em garrafas lacradas que foram adquiridas por consumidores. Os 21 rótulos da Backer tiveram comercialização suspensa pelo Governo de Minas.

A contaminação confirmada de pelo menos 18 pessoas até o momento é apontada com uma das possíveis causas para o quadro clínico de vítimas com síndrome nefroneural. Duas delas morreram com sintomas da doença, que ataca os rins e o sistema nervoso.

Fonte: Redação / DIário de Araxá

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
1 Comentário
Novos
Antigos Mais votados
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
1
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x