Super banner
Super banner

Equipamento moderno beneficia bombeiros no resgate em águas contaminadas

Equipamento moderno beneficia bombeiros no resgate em águas contaminadas

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) conta com um equipamento raro e específico para realizar buscas e resgates de vítimas de afogamento.

Trata-se de uma roupa seca, de proteção individual, utilizada para mergulho, que diminui substancialmente o contato do mergulhador com o meio, reduzindo consideravelmente a possibilidade de contaminações químicas e biológicas, por exemplo.

A paramentação é fundamental, inclusive, em situações de mergulho em águas contaminadas e que oferecem riscos à saúde dos militares em atividade.

O equipamento de mergulho dependente é constituído por cilindros de mergulho, maleta de controle de ar, rádio, umbilical e capacete de mergulho profissional e roupa seca. Este sistema é o único no mundo que assegura o mergulho de forma inviolada, dependendo do nível de contaminação da água.

Mais segurança

A vestimenta também gera mais autonomia, otimiza o tempo e garante mais segurança para bombeiros empenhados na missão de resgate. A composição da roupa, além de impermeável, mantém a temperatura do mergulhador – evitando a hipotermia em grandes profundidades ou longos períodos de exposição – e também diminui a possibilidade de doenças descompressivas (causadas por bolhas de nitrogênio que se expandem no sangue ou na pele).

O chamado “cordão umbilical” permite fazer a conexão e também a troca dos cilindros na superfície com o capacete, evitando que o mergulhador necessite subir ou interromper a busca. Já o equipamento de fonia (rádio) permite a comunicação estável, por meio de cabeamento, garantindo maior e melhor tempo de interlocução com a equipe que está na superfície, funcionalidade essencial na atividade de mergulho.

Fonte: Agência Minas

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x