Super banner
Super banner

Falta de UTI neonatal em Araxá gera discussão no PAM

Falta de UTI neonatal em Araxá gera discussão no PAM

Ocorrências

A Polícia Militar registrou uma discussão ocorrida no Pronto Atendimento Municipal (PAM) envolvendo uma cunhada de uma mulher grávida e funcionárias da unidade.

A mulher grávida de sete meses corria risco (perdendo líquido) e aguardava vaga de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal em hospitais da região desde sábado passado (29), leito este que não existe em Araxá.

Foi quando na tarde desta terça-feira (1º), a cunhada da gestante foi acusada de perturbar os trabalhos das funcionárias do PAM, que acionaram a PM. Por outro lado, a envolvida alegou que duas funcionárias tentaram agredi-la.

As envolvidas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil para mais esclarecimentos. A gestante foi encaminhada na parte da noite para Araguari.

Notícias relacionadas