Fechado há mais de um ano, situação do prédio do Cine Teatro Brasil é abordada na Câmara

Fechado há mais de um ano, situação do prédio do Cine Teatro Brasil é abordada na Câmara

Um dos marcos da história de Araxá está de portas fechadas. O prédio que abrigou por várias décadas o Cine Teatro Brasil, no Calçadão da Rua Presidente Olegário Maciel, é tombado pelo patrimônio histórico desde 1998. Desde abril de 2015, após o fim do contrato da empresa que administrava o cinema com a Prefeitura, o local está fechado. O Vice-presidente da Câmara Municipal de Araxá, Fabiano Santos Cunha, abordou o assunto na tarde de quarta-feira (16).

Fabiano solicitou à Secretária de Turismo e Eventos, Régia Cortes, informações a respeito da atual situação do prédio, que tem capacidade para cerca de 400 pessoas e pode atender grupos de teatro e dança de Araxá, além da promoção de espetáculos por parte de produtores culturais.

“Com a restauração e reabertura do Cine Teatro Brasil, os grupos de dança e teatro da cidade e de outras cidades poderiam realizar, num local adequado e de fácil acesso a todos os araxaenses, apresentações artísticas com a cobrança de ingressos, o que fortalece as companhias e propicia uma maior interação. O Conselho Municipal de Cultura recentemente aprovado nessa Casa e sancionado pelo executivo, também poderia entrar como parceiro auxiliando na criação de atrações e eventos que movimentariam o Calçadão e a cultura araxaense”, afirmou Fabiano em seu pronunciamento. A Indicação foi aprovada pelos demais vereadores e enviada aos responsáveis.

Vila do Artesanato

Ainda dentro do setor turístico de Araxá, a construção da Vila do Artesanato, no Complexo do Barreiro, foi novamente abordada por Fabiano na Tribuna. Uma indicação foi enviada pelo Vice-presidente da Mesa Diretora para o Deputado Estadual Bosco. Na solicitação, Fabiano pede ao parlamentar que acompanhe de perto e repasse informações sobre o projeto que precisar ser feito na Estância Hidrotermal do Barreiro.

Uma licitação foi feita e paralisada, quando houve a troca de governo no Estado de Minas Gerais. A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) é a responsável pelo projeto. O vereador afirma que os artesãos e trade turístico da cidade aguardam com ansiedade as definições da obra para que o projeto seja iniciado. O requerimento foi aprovado e enviado.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *