Super banner
Super banner

Ganso garante a virada com dois gols de cabeça

O Ganso venceu a primeira partida na Taça Minas Gerais, ao bater o Uberlândia, de virada, por 2 a 1, com dois gols em jogadas de escanteio, na noite deste sábado (6), no Estádio Municipal Fausto Alvim. O treinador Palhinha nem esperou o término do primeiro tempo para mudar a equipe e, após uma má atuação na etapa inicial, o Araxá pressionou o verdão e conquistou a vitória com gols de Carlão e Luiz Eduardo. O resultado dá moral ao alvinegro para a próxima partida na competição, que acontece no dia 16 de setembro, às 19h, contra o Uberaba, no Fausto Alvim.

Araxá vai mal e Uberlândia aproveita

Com um início de jogo nervoso, o alvinegro deu chances para o Uberlândia chegar com facilidade ao gol de Arlem. Em menos de cinco minutos, o Verdão já tinha chegado com perigo por duas vezes. O Ganso respondeu e, após uma ótima triangulação de Zotti e Halenn, André Nascimento por pouco não fez de cabeça. As jogadas de ataque do Ganso pararam por ai; as do Uberlândia não.

Aos 14 minutos, o atacante Renna cruzou para Elcimar balançar as redes, mas a arbitragem já apontava impedimento do atacante. Logo aos 21, nova jogada de Renna e Edílson perdeu a chance de marcar com o gol livre e Arlem já batido no lance. De tanto pressionar o Uberlândia abriu o placar. Torrinha fez grande jogada pela esquerda e encontrou Elcimar livre na área, o atacante só teve o trabalho de concluir para o fundo do gols, aos 27 minutos.

Insatisfeito com a postura do time, o treinador Palhinha optou pela entrada de Rafael Ipuã no lugar Jackson, ainda na etapa inicial. O meia deu mais opção na criação e fez a diferença nas bolas paradas no segundo tempo. Com o placar adverso, o Araxá foi para os vestiários sob vaias da torcida, que mais uma vez compareceu timidamente no Fausto Alvim.

Palhinha mexe bem e o Ganso vira

O Araxá voltou com outra cara para o segundo tempo. O Uberlândia, parecendo gostar do resultado, se abdicou de atacar, explorou os contra-ataques e foi pressionado pelo alvinegro. Com Rafael Ipuã bem na armação, Palhinha, que já tinha tirado Cristiano para a entrada de Kaik, sacou Zotti e, com a entrada de Luiz Eduardo, jogou com três atacantes.

A torcida alvinegra se encheu de esperança com o gol de Carlão, aos 35 minutos. Após escanteio Rafael Ipuã encontrou o zagueiro na área, ele subiu mais que a defensiva do Uberlândia e empatou a partida. O jogo esquentou e, numa dividida de bola entre André Nascimento e Indinho, o volante do Verdão pegou pesado e foi expulso pelo árbitro Josué Octaviano.

Com a vantagem numérica e cheio de moral, o Ganso partiu pra cima do Uberlândia que se defendia do jeito que dava. Foi aí que a estrela de Palhinha brilhou e a virada do alvinegro veio através das mudanças do treinador. No apagar das luzes, Rafael Ipuã cobrou escanteio e Luiz Eduardo desviou de cabeça para dar a vitória ao Ganso, aos 44 minutos. Muita festa nas arquibancadas e no banco de reservas do Araxá.

Ficha técnica

Araxá: Arlem, Rodrigo Paulista, Carlão, Geovani e Halenn; Cafu, Toda, Jackson (Rafael Ipuã) e Zotti (Luiz Eduardo); André Nascimento e Cristiano (Kaik).
Treinador: Palhinha.

Uberlândia: Paulo César, Geison, Carlão, Derlan e Fabiano; Joílson Indinho, Torrinha (Batista) e Edílson (Hendrich); Elcimar e Renna (Jefferson).
Treinador: José Maria Pena.

Gols: Elcimar, aos 27 do primeiro tempo; Carlão, aos 35 do segundo tempo e Luiz Eduardo, aos 44.

Árbitro: Josué Octaviano Santos.
Auxiliares: Celso Luiz da Silva e Marconi Helbert Vieira.

Público: 660 pagantes.
Renda: R$ 3.670.

Notícias relacionadas