Super banner
Super banner

Ganso perde de virada em Patos e é rebaixado

Ganso perde de virada em Patos e é rebaixado

Foto: Caio Aureliano

Da Redação/Caio Aureliano – Neste domingo (21), Araxá e Nacional fizeram um jogo com cara de decisão no estádio Bernardo Rubinger de Queiroz. pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro. Antes da realização dessa última rodada, o Ganso estava em 11º e o Nacional em 10º. Por isso, o Araxá só dependia de uma vitória para permanecer na primeira divisão.  

Jogando melhor no primeiro tempo, o Araxá abriu 1 a 0 com gol de Fabrício Carvalho, mas o Nacional conseguiu se recuperar e fez 2 a 1 na segunda etapa decretando o rebaixamento do Araxá para o Módulo II em 2014, ao lado do América (TO).

Com esse resultado, o Nacional alcançou os 11 pontos e terminou em 10° lugar, já o Araxá encerrou a sua participação na 12ª posição com 6 pontos.

Ganso sai na frente

Com as duas equipes precisando da vitória para sair do rebaixamento, a ansiedade tomou conta dos jogadores que criaram poucos lances de perigo.  

Nos primeiros 20 minutos de confronto, o Araxá chegou primeiro ao gol do Nacional. Em cobrança de falta de Rafael Ipuã, a bola acabou passando por Serginho que não conseguiu o cabeceio. Pelo lado do Nacional, Marcinho recebeu de passe de Vanderlei e tirou de Marcelo Cruz, mas finalizou na trave esquerda do gol adversário.

Aos 30 minutos, o Ganso saiu na frente. Em cruzamento de Rafael Ipuã pela direita, Fabrício Carvalho tocou de cabeça encobrindo o goleiro Rodrigo Posso para fazer 1 a 0. Na sequência, Fabrício Carvalho surgiu livre dentro da área e bateu rasteiro em cima de Posso.

No fim do primeiro tempo, Fabrício Carvalho, mais uma vez, finalizou de primeira dentro da área nas mãos de Posso e o placar permaneceu em 1 a 0 para o Araxá.

Decretado o rebaixamento

O Nacional voltou com outra postura na segunda etapa e acabou virando o jogo em pouco tempo. Amarildo deu carrinho dentro da área e cometeu pênalti levando cartão amarelo. Aos 18 minutos, o zagueiro Cláudio Luiz colocou a bola em um lado e o goleiro Marcelo Cruz foi para o outro. Sete minutos depois, Caleb recebeu livre na área e tocou para virar o jogo.

Após o gol, o treinador João Martins sacou Rodrigão Paulista e colocou Leandrinho para buscar o empate.

A partida se resumiu em um Araxá no ataque e o Nacional investindo nos contra-ataques. Aos 33 minutos, Caleb superou a marcação e tocou no meio da área para Maranhão que mandou por cima do gol. Marcinho também tentou deixar o dele, mas o toque foi defendido por Marcelo Cruz.

Aos 41 minutos, em escanteio batido por Breitner,  César Romero tocou de cabeça para defesa de Posso. Logo após, César Romero tentou novamente de cabeça, mas a bola passou a direita do gol.

O Nacional soube administrar o jogo e ficou esperando o apito final de Ricardo Marques Ribeiro para comemorar a permanência na elite mineira. Já o Araxá, retorna ao Módulo II, após ter conseguido dois acessos seguidos (2011/2012) que deram o direito de participar da 1ª divisão em 2013.

Após o apito final, houve uma confusão dos torcedores do Mamoré com jogadores e componentes da comissão técnica do Araxá, mas tudo foi contornado pelo policiamento.

Ficha técnica

Nacional: Rodrigo Posso; Luisinho, Cláudio Luiz, Luizão e Bruno Barros; Marcão, Jailton (Kanu), Caleb e Marcinho; Thiago Santos e Vanderlei (Maranhão).
Treinador: José Ângelo.

Araxá: Marcelo Cruz; Ceará, Rodrigão Paulista (Leandrinho), Amarildo e Fabiano; Dudu Araxá, George, César Romero e Rafael Ipuã (Breitner); Serginho e Fabrício Carvalho (Michel Cury).
Treinador: João Martins.

Gol no primeiro tempo: Fabrício Carvalho aos 30 minutos

Gols no segundo tempo: Cláudio Luiz aos 18 e Caleb aos 25 minutos

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Pedro Araújo Dias Cotta.

Cartões amarelos: Rodrigão Paulista, Amarildo (Araxá); Luizão, Thiago Santos, Caleb (Nacional).

Público pagante: 823 torcedores.

Renda: R$ 43.650.

Notícias relacionadas