Super banner
Super banner

Justiça decreta prisão preventiva do acusado de matar Ana Clara

Justiça decreta prisão preventiva do acusado de matar Ana Clara

Fotos: Willian Tardelli

Da Redação/Caio Aureliano A Justiça decretou a prisão preventiva de Gaspar Alves Caldas, 60 anos, suspeito de ser autor da morte de Ana Clara Cunha da Mata. Apesar dele não ter confessado o crime, a Polícia Civil tem a certeza que Gaspar foi quem matou a menina de 11 anos em outubro passado.

Gaspar continua preso na penitenciária de Ribeirão das Neves e deve ser apresentado em Araxá nos próximos.

A Polícia Civil informou que o homem de 60 anos não possui antecedente criminal. Caso seja condenado, a pena de prisão pode variar de 12 a 30 anos atrás das grades.

O inquérito do caso Ana Clara foi concluído pela Polícia Civil na última semana. O documento de 350 páginas foi enviado nesta sexta-feira (10) para o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) analisá-lo.

Notícias relacionadas