Super banner
Super banner

Mostra artística presta homenagem ao poeta Manoel de Barros

Mostra artística presta homenagem ao poeta Manoel de Barros

Manoel de Barros disse que comprou o ócio para ser vagabundo profissional, poeta. Sempre voltado às suas máscaras o escritor fortalece na sua poesia um projeto estético, que é dar importância aos sem importância. Para a montagem do espetáculo do TIM ArtEducAção Quando a gente coisa, que será apresentado no próximo dia 11 de dezembro, às 19h30, no Teatro Municipal de Araxá, a diretora artística Wanilza Viera se baseou nessas máscaras do poeta para dar vida a Andaleço, um dos personagens presentes no texto. Wanilza também se inspirou no livro Retrato do artista quando coisa, de Manoel de Barros, para fazer, principalmente, com que o público reflita. “Gostaria de tocar as pessoas com a simplicidade do escritor e dizer que o artista não tem limite, ele mergulha em tudo. Quando a gente coisa é um convite a pensar”, reforça Wanilza.

O roteiro da apresentação foi fundamentado em vários poemas de Manoel de Barros; no texto Ruas de Barros, do Grupo Chão e, ainda; em um Áudio Book interpretado pelo ator Pedro Paulo Rangel e o CD Crianceiras, ambos inspirados na obra de Barros. “Alguns dos fatores que me fizeram ter certeza pela obra do poeta foi a sua facilidade em inventar personagens e, também, o belo trabalho de artes plásticas da filha dele, Martha de Barros, responsável pela ilustração de grande parte dos livros do pai, que acabou nos autorizando produzir algumas telas para as coxias baseadas na obra dela”, completa a diretora artística.

Para Marcelo Andrade, idealizador do TIM ArtEducAção, as Mostras Artísticas vão além dos resultados dos trabalhos das oficinas durante o ano. É o momento de avaliar artisticamente, porque social e culturalmente a inserção destes jovens no programa amplia o olhar e o horizonte dos participantes. “A diversidade dos temas das mostras torna o TIM ArtEducAção como um todo extremamente rico do ponto de vista estético e artístico. A liberdade que eles têm para escolher o que querem e como querem desenvolver é primordial para o enriquecimento dos mesmos”, diz.

Segundo a articuladora do programa TIM ArtEducação na cidade, Virgínia Magalhães, a experiência do Marcelo contagia. “Por meio do diálogo com ele vemos nossos textos confrontados e recebemos sugestões de quem entende de espetáculos e de arte-educação, sua maior preocupação”, revela. Marcelo durante o ano visita cada uma das 12 cidades que integram o programa para participar da série “Diálogos Para Construção de Espetáculos”, um encontro com os arte-educadores e artistas em geral para trocar experiências e acertar os últimos detalhes para a apresentação das Mostras Artísticas.

A união entre as oficinas de música, artes plásticas, dança, teatro, literatura e arte digital possibilitou a produção de uma montagem com grande essência poética, retratada por meio de várias manifestações artísticas. A narrativa se baseia na história do poeta adulto que convida Andaleço para visitar seu quintal da infância e neste local ele o encontra, menino. No palco, o público irá se deparar com a magia da infância a partir do encontro entre o poeta menino, Andaleço, a mãe e um lagarto. Cerca de 70 crianças e adolescentes se envolveram na produção do cenário, figurino e vídeos, que serão projetados durante a apresentação.

Virgínia acredita que o tema é bem complexo e exigiu de cada oficina um olhar especial. “No palco, no dia da mostra, vamos ver nas várias linguagens artísticas toda a beleza da obra de Manoel de Barros”, ressalta.

Dilse Carneiro, arte-educadora na área de Incentivo à Leitura, está ansiosa para ver o resultado do trabalho no palco. Ela conta que teve dificuldades para encontrar os livros do autor e a saída foi ir além das publicações, então buscou entrevistas, áudio books e adaptações de teatro baseadas na obra dele. “Acabei influenciando muitos os alunos, pois busquei, também, as poesias dele ligadas ao humor. A obra do Manoel de Barros é tão vasta que provavelmente ano que vem continuaremos a pesquisa sobre ele nas escolas”, finaliza.

Vitória Maria Ferreira Dias, 13 anos, aluna da Escola Municipal Francisco Primo de Melo, localizada na zona Rural de Araxá, se encantou pela forma de Manoel de Barros se expressar por meio dos poemas e ela gostaria de passar para o público isso que ela aprendeu. “Me emocionei lendo a biografia dele e com a forma que ele trabalha, desde criança se recolhe em um cantinho para escrever as poesias dele”, acrescenta Vitória.

Segundo a secretária de Educação, Maria Célia Oliveira, Araxá sente-se orgulhosa por fazer parte deste empreendimento educativo-cultural. “A cada ano há sempre uma nova expectativa com as atividades a serem realizadas e com a culminância dos trabalhos desenvolvidos através da Mostra Cultural, que encanta a todos por sua beleza e pela sensibilidade artística de crianças, adolescentes, arte-educadores e equipe de coordenação”, finaliza Maria Célia.

“As mostras artísticas idealizadas a partir do TIM ArtEducAção são momentos especiais para as crianças e adolescentes atendidos pelo Programa. Nessas mostras, que serão agora realizadas nas cidades de Uberaba, Araxá, Governador Valadares, Ubá e Uberlândia, os jovens tem a oportunidade de compartilhar com seus familiares e amigos tudo o que aprenderam e idealizaram a partir das oficinas das quais participaram ao longo do ano. A riqueza cultural e artística dos espetáculos ressalta como os jovens puderam ampliar seus horizontes sociais e culturais por meio dos trabalhos que ajudaram a criar com o auxílio dos educadores do TIM ArtEducAção. A TIM tem orgulho em apoiar este projeto.”, afirma Silmara Máximo, diretora comercial da regional da TIM em Minas Gerais.

TIM ArtEducAção

Realizado desde 2001, o Programa TIM ArtEducAção já atendeu mais de 60 mil crianças e adolescentes, da rede pública de ensino, em oficinas artísticas, ministradas em 12 cidades mineiras. O Programa é coordenado pela ONG Humanizarte e patrocinado pela empresa TIM por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

Em Araxá, são oferecidas 250 vagas, para alunos das escolas da rede pública de ensino da cidade, para as oficinas de Artes Plásticas, Arte Digital, Dança, Incentivo à Leitura, Música e Teatro. Tudo isso é possível por meio de parcerias com a Prefeitura Municipal, Secretaria Municipal de Educação e Academia Dance.

SERVIÇO

Mostra Artística TIM ArtEducAção em Araxá

Data: 11 de dezembro, às 19h30.

Local: Teatro Municipal de Araxá – Avenida Antônio Carlos, s/nº. Centro.

Entrada franca, sujeita à lotação do teatro.

Notícias relacionadas