Super banner
Super banner
Super banner

Orçamento Impositivo é debatido no plenário da Câmara Municipal

Orçamento Impositivo é debatido no plenário da Câmara Municipal

A Câmara Municipal realizou um debate sobre os aspectos positivos e negativos do Orçamento Impositivo. O advogado e autor de obra técnica, Alcameno Alves e Silva, e o Técnico Legislativo e especialista em Gestão Pública, Ricardo Borges Silva, foram os responsáveis pelas palestras organizadas pela Escola do Legislativo araxaense, na última sexta-feira (23). O evento contou com a participação de vereadores, assessores e cidadãos interessados no tema.

A questão do Orçamento Impositivo ganhou destaque recentemente, com a promulgação da Emenda Constitucional 100/19, que prevê a execução obrigatória de emendas das bancadas estaduais no Orçamento da União. Segundo a nova norma, a execução obrigatória dessas emendas seguirá as mesmas regras das individuais, que já são impositivas. As emendas parlamentares são recursos do Orçamento que o Congresso direciona para obras e ações escolhidas pelos deputados e senadores.

As emendas de bancada serão de execução obrigatória e corresponderão a 1% da receita corrente líquida realizada no exercício anterior. Em 2020 esse montante será de 0,8%. Os palestrantes do debate realizado no Plenário Vereador Guilherme Gotelip Neto discutiram a aplicabilidade do Orçamento Impositivo nos estados e municípios, a sua constitucionalidade, vantagens, prejuízos, etc. Os parlamentares e o público presente fizeram perguntas e sanaram suas dúvidas ao final do encontro.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *