Super banner
Super banner

PM prende trio com grande quantidade de crack no Padre Alaor

PM prende trio com grande quantidade de crack no Padre Alaor

Foto: Willian Tardelli

A Polícia Militar (PM), na de sexta-feira (18), por volta das 17h, prende dois homens suspeitos de tráfico de droga no bairro Padre Alaor. Uma equipe do Tático Móvel realizava patrulhamento pelo bairro quando seu deparou com um veículo Palio conduzido por F.J.M., 33 anos, acompanhado pelos ocupantes U.F.B., 36, e K.A.A. (mulher), 33, todos conhecidos por envolvimento com entorpecentes na cidade.

Quando os policiais deram ordem de parada aos suspeitos, perceberam que a mulher ficou muito nervosa, se movimentando muito e olhando para a viatura. Ao proceder busca no veículo, foram encontradas duas buchas de maconha.

Foi solicitada ainda uma policial feminina para realizar busca na suspeita em um banheiro de um estabelecimento comercial próximo, encontrando dentro da calcinha dela dois saquinhos plásticos contendo 31 gramas de crack, que se divididas no tamanho usualmente comercializado renderiam 93 pedras.

Os policiais se deslocaram às residências dos envolvidos, onde encontrou na residência de U.F.B. um livro com o título “A História do Crime Organizado”. Na residência de F.J.M. foi encontrado um pote contendo em seu interior um pó branco, o qual ele alegou tratar-se de cafeína, substância esta também muito utilizada no preparo da cocaína.

Em conversa com a mulher K.A.A., ela relatou que estava na residência de U.F.B. usando cocaína quando ele e F.J.M. a chamaram para ir com o carro dela até o bairro Pão de Açúcar. Ela relatou que havia ingerido bebida alcoólica e entregou a direção para F.J.M. que é habilitado, porém, no momento em que viram a viatura policial o envolvido U.F.B., que estava no banco do passageiro da frente, virou-se e lhe entregou o invólucro contendo o crack, e dizendo que era para esconder a droga em sua calcinha.

Diante do fato, os envolvidos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para as demais providências. Os dois homens posteriormente foram conduzidos ao presídio, enquanto a envolvida foi liberada, pois no entendimento do delegado ela não teve participação no fato. 

Notícias relacionadas