Super banner
Super banner

Polícia Militar procura autores de roubo a padaria

Polícia Militar procura autores de roubo a padaria

Ocorrências

Nesta segunda-feira (27), por volta das 6h, a Polícia Militar (PM) compareceu a uma padaria na rua Franklin de Castro, Centro, onde, segundo os proprietários, chegaram para trabalhar no local e após algum tempo realizaram a entregas marcadas como ocorre diariamente.

Após as entregas, por volta das 05h20, entraram no estabelecimento dois indivíduos, sendo um deles um rapaz de pouca idade e o outro gordo, alto e com um capacete, tendo eles anunciado um assalto, de posse de uma arma de fogo, mandando todos os funcionários irem para o fundo do estabelecimento.

Neste momento os autores foram até o caixa e levaram a quantia de R$ 5.360, fugindo em seguida. Os policiais realizaram buscas nas proximidades, porém, os autores não foram localizados.

POLÍCIA MILITAR PRENDE AMÁSIO POR AGRESSÃO E ESPOSA COM MANDADO DE BUSCA E APREENSÃO

Nesta segunda-feira (27), por volta das 9h, a PM compareceu à avenida Imbiara, altura do bairro Silvéria, onde, segundo a mulher L.P., 33 anos, ela teria sido agredida pelo amásio E.V., 34 anos, por meio de golpes com uma tábua em suas costas, além de lhe desferir socos e tapas.

Ela contou que teve um desentendimento com o amásio por motivos de dinheiro. Os policiais realizaram buscas, sendo o autor localizado nas proximidades do bairro. Ele já possui diversas passagens criminais, inclusive por homicídio. Ao ser pesquisado o nome da vítima, constatou-se que havia para ela um mandado de busca e apreensão. Assim, o casal foi preso e encaminhado à delegacia.

POLÍCIA MILITAR COMPARECE AO PÃO DE AÇÚCAR III, ONDE MULHER QUERIA INVADIR RESIDÊNCIA

Nesta segunda-feira (27), por volta das 13h, a PM compareceu ao residencial Pão de Açúcar III, onde, segundo uma mulher de 35 anos, outra mulher de 23 anos queria invadir sua residência situada no residencial.

A mulher de 35 alegou que sua casa está fechada, pois ela está realizando um tratamento de saúde e atualmente não está podendo ficar no local. A mulher contou ainda que existem muitas residências no bairro que estão sendo invadidas pela falta de moradores. As partes entraram em acordo, tendo os policiais registrado o boletim de ocorrência para as devidas providências.

Notícias relacionadas