Raphael Rios acompanha trabalho de desocupação de áreas invadidas

Raphael Rios acompanha trabalho de desocupação de áreas invadidas

Uma das principais preocupações cobradas ainda no primeiro mandato do vereador Raphael Rios, está sendo resolvida pela atual Administração Municipal. Em setembro de 2019, ao utilizar a Tribuna, Raphael cobrou medidas do Executivo sobre áreas invadidas no leito do Córrego Grande, nas ruas Pará e Maria Aparecida de Araújo.

À época, Raphael alertou sobre as sérias consequências ambientais e urbanísticas, com o crescimento populacional desordenado, comprometendo questões de saúde pública, desigualdade social, falta de acesso à educação, saneamento, infraestrutura, segurança e outros indicadores.

Nesta semana, a Prefeitura de Araxá divulgou sobre a desocupação das áreas invadidas e sobre a assistência às famílias que foram retiradas do local. Segundo a Administração Municipal, das 56 famílias que viviam na área de risco nas ruas Pará e Maria Aparecida de Araújo, no bairro Leblon, às margens do Córrego Grande, restam apenas quatro que já estão em processo de desocupação.

Raphael alerta sobre a necessidade de políticas públicas para novos projetos de moradia que contemplem esse público de baixa renda. “Esse é um problema que só agrava com o passar dos anos. Precisamos de novas habitações populares na cidade e seguir com a fiscalização para que novas invasões não ocorram”.

“Vimos em Minas Gerais e estamos vendo em Petrópolis, no Rio de Janeiro, as tragédias nesse período chuvoso. Muitos casos estão relacionados a áreas de invasões e por crescimento desordenado de municípios”, diz.

Conforme levantamento feito pela Secretaria Municipal de Ação Social, 30 já estão recebendo o Auxílio Moradia, 10 estão na fase de análise documental e 12 desocuparam a área durante o processo de acompanhamento em 2021, sendo que oito retornaram às suas cidades de origem.

Com o fim do processo de desocupação, as áreas que estavam invadidas estão sendo limpas pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. O secretário Ricardo Alexandre da Silva (Kaká) diz que o plano da gestão atual é realizar uma obra envolvendo o Córrego Grande até a BR-262, garantindo não só uma revitalização da área, como também um novo acesso à cidade.

Raphael Rios acompanha trabalho de desocupação de áreas invadidas 1

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x