Secretaria de Agricultura e Pecuária atende demandas emergenciais de manutenção de estradas vicinais

Secretaria de Agricultura e Pecuária atende demandas emergenciais de manutenção de estradas vicinais

O clima chuvoso desde dezembro passado vem retardando algumas manutenções nas estradas rurais em Araxá. Para solucionar o problema em trechos que estão mais prejudicados pela chuva, a Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária criou uma equipe especial para atender as demandas emergenciais. O objetivo é realizar um trabalho provisório para reduzir os transtornos criado pelo grande volume de chuvas dos últimos meses e levar mais segurança para moradores e trabalhadores da zona rural.

O serviço emergencial e provisório realizado também evitou que trechos de estradas vicinais ficassem intransitáveis, como já aconteceu em anos anteriores. O Município já tem planejado as ações de recuperação das vias rurais após o período de chuvas. Segundo o secretário Fárley Pereira de Aquino, o trânsito em estradas vicinais merece atenção redobrada dos motoristas.

“Infelizmente, já são quase 90 dias de um grande volume de chuvas. E vários pontos críticos surgiram com isso. Criamos uma equipe especial para atender os casos emergenciais, mas a demanda de pontos que precisam de manutenção é muito grande e só vamos conseguir solucionar com o clima mais quente”, destaca.

Fárley lembra que o tempo chuvoso requer ainda mais planejamento da secretaria de Agricultura e Pecuária. “Locais que impedem a entrada ou a passagem de carros e caminhões devido ao tempo chuvoso, além de dificultarem o nosso trabalho, pedem muita responsabilidade também. Se passarmos alguma máquina em determinado solo e logo depois cair chuva, a estrada pode ficar pior e ocasionar até acidentes. Dentro das nossas atuais limitações devido ao clima, temos feito o possível e o impossível para atender às solicitações dos produtores”, completa o secretário.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x