Super banner

Tecnologia auxilia o mapeamento da qualidade do asfalto em vias públicas em Araxá

Tecnologia auxilia o mapeamento da qualidade do asfalto em vias públicas em Araxá

A Prefeitura de Araxá está realizando a fiscalização da malha asfáltica em toda cidade por meio de uma tecnologia que auxilia o mapeamento da qualidade da infraestrutura de vias públicas, com o objetivo de evitar desperdício de recursos públicos e transtornos aos motoristas e pedestres.

A empresa licitada realiza a execução de ensaios de laboratório e controle tecnológico de solos, asfalto, concreto e sondagem à percussão. A ação permite a análise da espessura, densidade e qualidade do material asfáltico de acordo com os contratos de recapeamento.

O secretário municipal de Obras Públicas e Mobilidade Urbana, Ângelo França, explica que as amostras de asfalto retiradas nos testes são importantíssimas para garantir que a obra seja executada da forma correta.

“Se, por exemplo, o contrato exige 4 centímetros de espessura, mas os técnicos encontram menos que isso, significa que a obra não foi executada da forma como deveria, e é provável que o asfalto seja danificado em um curto espaço de tempo. Caso haja essa falha, a Secretaria de Obras Públicas aplica as medidas administrativas à empresa contratada para fazer o trabalho”, diz o secretário.

De acordo com o tecnólogo civil Jairo Fagundes Carneiro, a empresa realiza um ensaio que analisa a qualidade aplicada da massa. Uma vez comprovada essa qualidade, é possível prever a durabilidade para que a população tenha ruas mais transitáveis por um período maior de tempo.

“Estamos fazendo um ensaio de rotativa, onde verificamos a qualidade, espessura e faixa asfáltica aplicada. Observamos se o contratado está seguindo as normas técnicas de qualidade através da extração do corpo de prova, ensaio de espessura, grau de compactação e teor de betume da massa”, reforça.

O prefeito Robson Magela reitera que a fiscalização dos serviços de recapeamento proporciona transparência e responsabilidade nos gastos públicos. “Quando as ordens de serviço foram assinadas anunciamos naquela ocasião que uma empresa seria licitada para verificar a prestação do serviço. É a garantia de que teremos asfalto mais durável e de qualidade para os condutores, gerando menos transtornos no futuro como operação tapa-buracos ou até mesmo um novo recapeamento”, conclui.

Notícias relacionadas

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *