Em jogo de seis gols, GEF vence e mantém 100% na 2ª fase

Em jogo de seis gols, GEF vence e mantém 100% na 2ª fase

Da Redação/Raphael Rios – Jogão de seis gols, muita disputa, expulsões,vários lances de gol e vibração na torcida. Assim foi a vitória por 4 a 2, do GEF em cima do Vila Nova, no Honorízio Pereira Veloso, em partida válida pela sexta rodada da 2ª fase do Campeonato Amador. Com a vitória, o GEF mantém os 100% nesta fase e sobe para 18 pontos, já o Vila Nova permanece com 10 pontos e cai para a terceira colocação.

GEF na frente

Partida digna das duas equipes. Muita rivalidade em campo e a torcida que compareceu ao campo do Vila viu um grande jogo. Com um início melhor do GEF, que dominou o meio campo, o gol não demorou a sair.

Aos 11 minutos, Roberto encontrou Alex Rodrigues bem posicionado à frente da zaga, o atacante dominou e rolou para Lucas Ribete chegar batendo de esquerda, sem chances para o goleiro Vaguinho.

Após o gol, o Vila Nova não conseguiu encaixar bons ataques sempre buscando Arthur e Vitor. Sem tocar bem a bola e tentando ligações diretas da defesa com o setor ofensivo, quem saiu ganhando foi o GEF. A equipe do treinador Caixeta jogava no contra-ataque e por várias vezes chegou com perigo.

Emoção até o fim e 4 a 2 pro GEF

O jogo que já estava bom ficou ainda melhor na segunda etapa. No Vila, Renê, que tinha cartão amarelo, deixou o campo para a entrada de Dalmer. Com o volante, o Vila Nova cresceu e conseguiu o empate aos 12 minutos.

Após cruzamento da esquerda, Cassiano desviou bem para a grande defesa de Robert, mas na sobra o atacante Vitor, em cima da linha, só teve o trabalho de empurrar para o gol.

A resposta do GEF não demorou e Marcos Jr. em manhã inspirada colocou o Alviverde novamente à frente no marcador. Aos 23, ele cobrou falta tirando de Vaguinho e fez 2 a 1.

Apenas seis minutos depois, Arthur desviou cobrança de escanteio no primeiro pau e deixou tudo igual.

Com o empate, a partida esquentou e o primeiro a ir mais cedo para o chuveiro foi Timinho por falta dura em cima de Matheus, aos 31 minutos. O Vila passou a mandar no jogo, mas também teve um jogador expulso e as coisas desandaram. Anderson fez falta em Rodrigo, recebeu o segundo amarelo e igualou o número de jogadores em campo, aos 36.

Na cobrança da falta que originou a expulsão, Marcos Jr. fez um golaço de faltam segundo dele na partida, tirando Vaguinho totalmente do lance. Com os 3 a 2, o Vila tentou o empate, mas num contra-ataque rápido, Malaia fez o quarto gol e liquidou a partida.

Ficha técnica

Vila Nova: Vaguinho, Germano (Matheus), Anderson, Cassiano e Thiago Piriá; René (Dalmer), Eder, Lineker e Foguinho (Fernandinho França); Arthur e Vítor.
Treinador: Fernando.

GEF: Robert, Jean (Gustavo), Dudu, Emerson e Túlio (Jean Dener); Timinho, Marcos Jr., Lucas e Malaia; Alex Rodrigues (Rodrigo) e Roberto (Ostinho).
Treinador: Caixeta.

Árbitro: Amilton Marcos Moreira
Auxiliares: Sérgio Maurício e Eliete Flávia

Gol do 1º tempo: Lucas, aos 11 minutos.

Gols no 2º tempo: Vitor, aos 12 minutos, Marcos Jr. (2), aos 23 e aos 36, Arthur, aos 29 e Malaia, aos 42.

Cartões amarelos: Matheus, Cassiano e Renê (Vila Nova); Jean Carlos e Malaia (GEF).

Cartões vermelhos: Timinho (GEF) e Anderson (Vila Nova).

Outros resultados

CIT 2 x 1 Olympique

Grei 1 x 2 Tigrão

Ferrocarril 1 x 0 Operário

Notícias relacionadas