Município faz força tarefa contra à dengue

Município faz força tarefa contra à dengue

Desde o início de janeiro, a Prefeitura de Araxá concentra os seus esforços para o combate ao mosquito Aedes Aegypti, que transmite a dengue, a chikungunya e o zika vírus. Reuniões foram realizadas com toda equipe da Vigilância em Saúde que idealizou ações de extrema importância voltadas para políticas de enfrentamento ao mosquito.

A Secretaria Municipal de Saúde está realizando uma força tarefa contra o mosquito. A Vigilância em Saúde reforça os cuidados a serem tomados no combate ao Aedes Aegypti.“É bom observar que algumas plantas acumulam água, o plástico que protege o motor da geladeira, tampinhas, caixas d´água sem tampa, vasilhas de água de cachorro, dentre outros”, diz a referência técnica em Vigilância em Saúde Telma Di Mambro Senra.

As ações programadas pela Prefeitura de Araxá estão acontecendo e são focadas sempre na prevenção.

Confira:

Mutirão contra a dengue, onde os Agentes Comunitários de Saúde e os Agentes de Combate a Endemias estão há quase dois meses coletando lixo nos quintais e terrenos baldios;

Caçambas de lixo estão sendo colocados em pontos estratégicos dos bairros para que a população possa fazer descarte de materiais que possam acumular água em suas casas;

A camionete do “Fumacê (UBV Pesado)”, que é um serviço de combate ao mosquito disponibilizado pelo Governo de Minas Gerais, está realizando dedetização nas áreas de maior incidência de dengue (começou pelo bairro Alvorada e pelo Centro da cidade, onde se concentrava o maior número de casos, e agora já está indo para outros bairros);

Funcionários da Prefeitura com bomba costal dedetizando bairros com maior incidência de dengue na cidade;

Centro de Atendimento e Hidratação para casos suspeitos de dengue, que está funcionando das 7h às 19h na Unicentro (entre o Corpo de Bombeiro e o Centro de Atendimento à Mulher) com uma média de 150 atendimentos ao dia (casos novos de suspeita de dengue, retorno, coleta de exame e entrega de exame);

O juiz da Comarca de Araxá concedeu uma liminar para que os agentes de combate à dengue possam adentrar casas abandonas ou que os donos não são encontrados;

Parceria com Acia, Sest/Senat, Sesc, Copasa, Câmara de Vereadores, Grupo de Escoteiros e diversos setores da Secretaria de Saúde, Obras e Recursos Humanos da Prefeitura de Araxá no sentido de orientar a população, capacitar funcionários e dar o atendimento priorizado e humanizado aos casos de dengue em nossa cidade;

Distribuição de panfletos, palestras educativas, dinâmicas em escolas, comércios e unidades de saúde, dentre outras ações.

A obrigação de limpar quintais e terrenos baldios não é do poder público; isso é obrigação do dono do imóvel. Como muitos proprietários não estão se preocupando com a dengue, a Prefeitura tem feito essa função de coletar lixo também. Porém, se não houver conscientização, daqui pouco tempo haverá lixo novamente jogado nas ruas e acumulando água. A população precisa se unir no combate ao Aedes Aegypti.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário: