Série “Diálogos” do Tim Arteducação promove encontro em Araxá

Série “Diálogos” do Tim Arteducação promove encontro em Araxá

Realizada desde 2011, a série “Diálogos para Construção de Espetáculos” reúne articuladores, arteducadores, e demais profissionais envolvidos com o Programa Tim ArtEducAção,  e propõe sempre uma discussão para que se alcance a excelência na produção e execução de um espetáculo. Em Araxá, o encontro será no dia 13 de maio a partir das 18h30 na Escola Municipal Alice Moura, no prédio do Sesc. O evento é aberto ao público, direcionado para arteducadores da cidade, oficineiros e monitores do programa e demais pessoas interessadas em cultura, arte e educação.

Segundo o diretor de teatro, presidente da ONG Humanizarte e idealizador do programa Tim ArtEducAção, Marcelo Soares de Andrade, o encontro chamado de “Diálogos” é a oportunidade de encontrar com todos os integrantes do programa na cidade para desenvolver uma conversa e compartilhar conhecimentos. “Desde que iniciamos a série “Diálogos” os resultados sempre foram positivos e elevaram a qualidade das apresentações. É nesse momento que surgem as trocas de experiências, que contribuem para o enriquecimento intelectual e artístico na montagem das apresentações que resultam em trabalhos surpreendentes e fabulosos. A série “Diálogos” refirma o eterno compromisso de aprendizagem em mão dupla, uma das características do Tim ArtEducAção.”

Para Virgínia Bittencourt Moura, coordenadora Executiva do Projeto Tim ArtEducAção e articuladora do programa em Viçosa, a série de “Diálogos para Construção de Espetáculos” faz parte do calendário de atividades do programa nas cidades e todos aguardam com entusiasmo o início dos encontros. “A série “Diálogos” é o momento que os articuladores, professores e alunos recebem a orientação técnica para a construção dos espetáculos e que proporciona uma incrível troca de experiências de alto nível teórico e cultural. Todo o processo é rico e fundamental para desenvolvimento de trabalhos belíssimos e encantadores”. 

O texto do espetáculo que será trabalhado com as crianças e adolescentes que participarão das oficinas na cidade é “Cleudair, a arte que virou notícia”, adaptado pelo coordenador artístico Fernando Pacheco. “A peça retrata um noticiário de TV e  as notícias serão fragmentos de vídeos da própria Cleudair, com interações de circo, teatro e dança, ilustrando cada passagem de sua vida, culminando ao final em um grande circo, que traz a alegria do palhaço, personagem primordial em sua história”, conclui Fernando Pacheco.

Para Virgínia Magalhães, articuladora da cidade, o encontro do Marcelo Andrade com os oficineiros e monitores vai contribuir para avaliação da Mostra 2014, corrigir e elaborar com primor o espetáculo de 2015. “É sempre um encontro memorável e engrandecedor. A troca de experiências e o aprendizado contribuem para a construção dos espetáculos, pois teremos tempo de corrigir as falhas e trabalhar com uma apresentação que  promete encantar a todos”.

Também no dia 13, a coordenadora Executiva do Projeto Tim ArtEducAção, Virgínia Bittencourt visitará as oficinas artístico-pedagógicas realizadas pelo programa na cidade e oferecerá uma preparação técnica e prática para oficineiros e alunos. “As visitas às oficinas são essenciais e contribuem para o enriquecimento do andamento das atividades. O objetivo é oferecer apoio metodológico e artístico, visando colaborar com os trabalhos realizados nas oficinas e potencializar os resultados”, explicou Virgínia.

Em Araxá, 250 vagas são ofertadas para alunos de  10 escolas da rede pública, direta e indiretamente, para as oficinas de teatro, música, dança, circo, artes visuais e arte digital. O programa Tim ArtEducAção é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação, com o apoio da Academia Danse.

Série “Diálogos”

Nas demais cidades, durante o Diálogos, Marcelo Soares de Andrade, se reúne com os arteducadores e articuladores do Tim ArtEducAção para conversar sobre o tema proposto para a próxima ou realizado pela última Mostra Artística, em cada cidade. Nas reuniões, são discutidos também, os roteiros pré-definidos e os principais pontos das apresentações. As cidades que já apresentaram suas mostras aproveitam a oportunidade para troca de conhecimento e críticas. Além da equipe do Tim ArtEducAção, os interessados em conhecer mais sobre a produção de um espetáculo também podem participar gratuitamente dos encontros. 

A partir desses encontros, as oficinas de dança, música, teatro, artes plásticas, arte digital e outras, em cada cidade, começam a trabalhar em sintonia para a construção da Mostra Artística, que são realizadas nas cidades atendidas pelo Programa, ao final do semestre. Os espetáculos reúnem os resultados do trabalho desenvolvido pelos alunos e professores de todas as oficinas e incentivam a formação de público ao final de cada ciclo do Programa. Os temas são variados e muitas vezes valorizam a literatura brasileira, as manifestações culturais e folclóricas de todo o país e histórias das cidades. Além de premiar e reconhecer o esforço dos alunos e arteducadores incentiva o ingresso de novos alunos no Programa, mostra aos familiares e à cidade o trabalho desenvolvido pelas oficinas artísticas.

O evento já faz parte do calendário cultural dos municípios. No palco, os jovens vivenciam a experiência singular de fazer parte de um espetáculo. E, na plateia, os familiares, amigos e comunidade ficam empolgados com os resultados obtidos.

Notícias relacionadas