Teatro Municipal recebe orquestra de violoncelos

Teatro Municipal recebe orquestra de violoncelos

Udi Cello Ensemble em Araxá

Mais um espetáculo da Música Erudita acontece neste sábado (15), no Teatro Municipal, às 20 horas, dando sequência a Série Grandes Concertos a Fundação Cultlural Calmon Barreto juntamente com Prefeitura Municipal de Araxá apresentam a UDI CELLO ENSEMBLE, A Orquestra de violoncelos do Triângulo Mineiro é dirigida por Kayami Satomi, professor de violoncelo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Criado em 2009, o ensemble inclui em seu repertório obras nacionais e contemporâneas, contando-se 15 estreias mundiais que em sua maioria são obras dedicadas ao grupo. Sua trajetória é marcada por parcerias com diversos músicos, estilos musicais e artistas tais como Júlio Medaglia, Dimitri Cervo, Martha Herr, Michael Vollhardt, Matias de Oliveira Pinto e Corpo de Baile de Niterói.

Por sua distinta formação e repertório exclusivo o grupo tem sido convidado a se apresentar em importantes festivais e movimentos artísticos no Brasil dos quais, destacam-se, XIV Encontro de Violoncelos de Porto Alegre, 7o Festival de Cordas Nathan Schwartzman (Uberlândia), MUDANTE (1º Festival de Música Dança e Teatro de Uberlândia) e nas 17ª e 18ª edições do RICE (Rio International Cello Encounter). Em 2012, o Udi Cello somou mais de 35 concertos, apresentando-se em sete estados brasileiros. Em Março de 2013 venceu em 1° Lugar o Concurso “Segunda Musical” em Belo Horizonte, Brasil.

KAYAMI SATOMI, DIRETOR ARTÍSTICO

Professor efetivo da Universidade Federal de Uberlândia, onde ensina violoncelo, música de câmera, e é diretor artístico e regente da OrquestraCamargo Guarnieri e do UDI Cello Ensemble. Nascido em uma família de músicos, Kayami iniciou seus estudos musicais aosquatro anos de idade com a sua mãe, Alice Lumi Satomi. Cursou Bachareladoem música na UFPB, e fez mestrado na Escola Superior de Música deMünster, na Alemanha, onde se formou com nota máxima. No período deestudos na Alemanha foi bolsista da Fundação Yehudi Menuhin. Teve comoprofessores regulares de violoncelo Nelson Campos, Felipe Aquino e Matias de Oliveira Pinto, e em festivais e master classes com Antonio Meneses, Zygmunt Kubala, Alceu Reis, Colin Carr e Matt Haimovitz. Laureado em diversos concursos, entre eles o primeiro lugar nos concursos Jovens Instrumentistas do Brasil (Piracicaba), Paulo Bosísio (Juiz de Fora), Francisco Mignone (Rio de Janeiro), e recebeu também o Prêmio Mariuccia Iacovino, no I Concurso Nelson Freire. Paralelamente, freqüentou muitos festivais e encontros – destacando-se a Accademia Chigiana em Siena/Itália, Kronberg/Alemanha, Manchester/Inglaterra, Amsterdam Cello Biennal, entre outros.

Kayami se apresenta em salas da América Latina, Europa e Estados Unidos, e atuou sob a batuta de maestros como Roberto Minczuk, Kurt Masur e Cristoph Eschenbach. Em julho de 2007 foi solista do Concerto de Elgar, em Berlim, com a Orquestra da Filarmônica da Universidade Humboldt, sob a regência deConstantin Alex. No mesmo ano, solou as Variações sobre um tema Rococó,de Tchaikovski, dentro da programação “Solisten Forum” em Münster, e com a Orquestra Sinfônica da Paraíba, sob a regência de Marcos Arakaki. Realizou a estreia latino-americana do concertino para violoncelo e orquestra, intitulado “El Luisón Del Yvytyrusu”, de Diego Haase, em Assunção, sob a batuta do próprio compositor, em 2005. No Brasil, atuou como solista com orquestras do estado de São Paulo, Bahia e da Paraíba, com a regência de Ernest Mahle, Aylton Escobar, Luís Carlos Durier e Rodrigo Müller.

 

Notícias relacionadas