Prefeitura de Araxá ouve demandas de moradores do loteamento Alameda do Sol

Prefeitura de Araxá ouve demandas de moradores do loteamento Alameda do Sol

Rede completa de drenagem pluvial, coleta de lixo e iluminação pública foram o tema de uma reunião entre a Prefeitura de Araxá e moradores do loteamento Alameda do Sol, situado próximo ao trevo de acesso a Uberaba / Uberlândia.

O encontro foi intermediado pelo vereador João Veras e, além do prefeito Robson Magela, também contou com a presença dos secretários municipais de Obras e Mobilidade Urbana, Ângelo França, e de Serviços Urbanos, Ricardo Alexandre da Silva (Kaká), do superintendente do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento de Araxá (IPDSA), Vinícius Martins e do procurador geral do Município, Jonathan Ferreira.

O loteamento foi entregue pela construtora aos moradores neste ano de 2022, porém, de acordo com os moradores, a infraestrutura não atende à demanda local. Exemplo disso é a drenagem pluvial que não compreende todo o loteamento, o que acaba impactando outras ruas em período de chuvas. “Quando chove na parte de cima do loteamento, a água escoa e danifica as ruas mais abaixo”, apontou o empresário Célio Dias Santos.

A coleta de lixo, que hoje é concentrada em uma caçamba disposta em um ponto do bairro, e o número reduzido de postes de iluminação também foram reclamações apresentadas pelos moradores.

O superintendente do IPDSA explicou que o empreendimento está de acordo com o projeto apresentado pela construtora, mas que diante das reclamações em relação à drenagem cabe uma nova avaliação. “Existe um prazo de garantia do loteamento, ou seja, caso haja problemas na infraestrutura, a construtora pode ser acionada para resolver. Além disso, é preciso ver se esse projeto realmente contempla a realidade local, principalmente em relação a essas demandas apresentadas”, disse Vinícius Martins.

O secretário Kaká disse que é necessário fazer um estudo da rede elétrica para a ampliação da iluminação. “Como o orçamento de 2023 já está definido, a mudança seria aplicada a partir de 2024”, adiantou. Em relação à coleta de lixo, o secretário explicou que a rota deve ser incluída no novo contrato a ser firmado pela Administração Municipal no próximo ano. Enquanto isso, foi sugerido aos moradores a implementação da coleta seletiva com o apoio e orientação do IPDSA.

O prefeito Robson Magela reforça o compromisso da gestão em atender a população, principalmente das regiões mais afastadas. “É uma situação que deixa os moradores com sensação de desamparo. Nosso papel é ouvir os problemas e buscar uma solução. E foi isso que fizemos, levamos os secretários, o superintendente do IPDSA e o Setor Jurídico para esclarecer o melhor caminho para esses moradores. A gente atende o que está ao nosso alcance e orienta em relação ao que não está”, afirma o prefeito.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *