Super banner
Super banner

Rússia 2018: talento individual contra trabalho coletivo

Rússia 2018: talento individual contra trabalho coletivo
Foto: Facebook

Na atual Copa do Mundo, como em todas as anteriores, há uma dura competição entre desejo e realidade, já que todos os fãs ao redor do mundo querem ver seu time erguendo a Copa, mas muitas vezes, as possibilidades de alcançar tal triunfo coletivo estão um pouco mais distantes da realidade, por isso, as habilidades individuais de cada jogador são o que motiva milhões de fãs durante cada torneio.

Para buscar alcançar essa glória individual, muitos jogadores deixam seus locais de origem, com o objetivo de desenvolver suas habilidades em outros torneios, e melhorar suas habilidades de jogo, como no caso dos Araxaenses, Fernando Augusto, quem emigrou durante alguns anos para a Liga da Macedônia, e Neto, que como goleiro, viajou para a Itália para melhorar suas habilidades, e conseguiu se tornar campeão olímpico em Londres, ao lado de Neymar e Thiago Silva. É claro que um fator fundamental para as individualidades de cada jogador, a ser mostradas na Copa do Mundo, é o quão longe suas respectivas equipes chegam dentro do torneio, já que os minutos a mais dentro do campo de jogo, mais oportunidades para mostrar suas habilidades.

 

Foto: Facebook

Quem será o melhor jogador da Copa do Mundo de 2018?

O primeiro que é chamado para ser o melhor jogador da Copa é Lionel Messi. O argentino chega em excelente estado de forma, depois de jogar uma grande temporada, onde venceu a Bota de Ouro da UEFA, e até mesmo o site de apostas esportivas online Betway o coloca como o favorito para melhor artilheiro na Rússia, dando-lhe 10% de chances em 10 de junho, e o põe sobre seu rival no campeonato espanhol, Cristiano Ronaldo, mas sua Argentina é o grande mistério do torneio e se não consegue avançar de quartos, seu reinado se extinguiria. Pela sua parte, Cristiano Ronaldo é aquele que parece se afastar das possibilidades de obter alguma glória na Rússia, já que seu Portugal, apesar de ser um campeão europeu, não está em nenhuma casa de apostas como favorito para ser o vencedor, mas Cristiano é um grande competidor e fará todo o possível para alcançar pelo menos a mesma situação que a equipe argentina, em busca de sua sexta Bola de Ouro. Outro que poderia ser o melhor jogador da Copa do Mundo é Neymar, já que o brasileiro, aos 26 anos, chega na idade certa e com um time muito favorito para ser campeão. Sua lesão no pé levantou algumas dúvidas, mas no amistoso contra a Croácia limpou todos de uma vez, assinando um verdadeiro golaço. Além disso, todo o Brasil acredita na sua seleção e vai seguir cada jogo da seleção brasileira, independentemente do horário dos encontros. Dentro da equipe francesa, Antoine Griezmann tem suas opções, já que o jogador vem mostrando um ótimo nível nas últimas temporadas dentro do Atlético de Madrid, e a equipe francesa é candidata ao título graças aos jovens talentos que o compõem. Apesar disso, a França mostrou um jogo fraco dentro da Eurocopa, e nesta ocasião, a Copa do Mundo é mostrada como sua escolha mais próxima para a glória, desde a Copa de 1998.

Foto: Facebook

Em alguns casos, o jogo em equipe é melhor que as individualidades

O atual campeão mundial, a Alemanha, é uma potência e um dos favoritos para conquistar a Copa (16,7% de possibilidades), só depois do Brasil, mas seu bom bloco não tem uma estrela que brilhe sobre os outros. Enquanto Ozil é o jogador mais talentoso da maquinaria Teutona, Muller é o artilheiro da equipe, e Kroos é o líder das assistências. O objetivo alemão é bem coberto por Neuer, e o time campeão é protegido na defesa por Hummels, que também está no seu melhor nível físico. Algo semelhante com a Alemanha acontece com a Espanha, já que seu jogo em equipe se destaca das individualidades de seus jogadores, embora talvez Isco e David Silva possam se destacar como artilheiros, esperando que La Roja faça um bom trabalho. Se Messi tem complicado com a Argentina, o que dizer de James Rodríguez dentro da Colômbia, já que, apesar de ter sido uma das revelações da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, os Cafetaleros têm um cenário muito complicado para repetir seu desempenho à Rússia.

Foto: Facebook

A Copa do Mundo da Rússia, 2018, será, sem dúvida, um torneio muito interessante desde qualquer perspectiva, incluindo a possibilidade de ver quem vence como jogador revelação do torneio, onde vários candidatos como Mbappé (França), Asencio (Espanha) Gabriel Jesus (Brasil) e Dybala (Argentina), vão mostrar o melhor deles, além das muitas surpresas que os cavalos negros da competição, como Croácia, México e Turquia, podem adicionar à Copa do Mundo.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *