Super banner
Super banner

Araxá vence no sufoco com dois de Paulão

Araxá vence no sufoco com dois de Paulão

O Alvinegro venceu o Poços de Caldas por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (18), em partida válida pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Mineiro do Módulo II. O Ganso fez um bom primeiro tempo e terminou vencendo por 2 a 0; dois gols de Paulão. Na segunda etapa, o Vulcão diminuiu logo no início. A partir daí, o árbitro acumulou erros e perdeu o controle do jogo, que ficou tenso e violento nos minutos finais. Na próxima rodada, o Araxá inicia o segundo turno enfrentando o mesmo Poços de Caldas fora de casa.

Classificação do Módulo II

Tabela de jogos do Módulo II

Paulão desencanta

Com menos de um minuto de jogo o Araxá já pressionava o Vulcão. Após cobrança de escanteio pela direita, Rafael Oliveira subiu mais que a zaga e obrigou o goleiro Leandro a fazer uma linda defesa. Na primeira tentativa alvinegra não deu, mas na segunda Paulão abriu o placar. Aos 15, Baiano recebeu passe pela direita após cobrança rápida de escanteio, o lateral encontrou Paulão na área, que desviou de cabeça e fez Ganso 1 a 0.

O Poços de Caldas só conseguiu levar perigo à meta alvinegra quando Alexandre Fávaro cobrou falta em direção ao gol. Ninguém desviou e Cláudio fez uma defesa de puro reflexo.

Melhor na partida, o Araxá ainda perdeu três boas chances antes do segundo gol de Paulão. A primeira no contra-ataque ligado por Fabiano, quatro do Ganso contra três do Poços de Caldas, mas na tentativa do atacante de encontrar Wander o passe não saiu como ele queria, aos 31. Cinco minutos mais tarde, Fabiano recebeu na meia-lua e rolou para Wander chutar em cima do goleiro. Por último, Clóvis cobrou falta com efeito do meio da rua e Leandro mandou para escanteio, aos 40.

Paulão deixou mais um aos 44. Ele recebeu passe de Fabiano, limpou a jogada na entrada da área e chutou forte de esquerda no canto direito de Leandro.

Vulcão diminui e arbitragem se complica

Com o atacante Renatinho no lugar do lateral direito Luiz Paulo, o treinador Marcus Vinicius voltou para a etapa complementar a fim de complicar a vida do Ganso e em menos de dez minutos colocou o meia-atacante Zé Roberto no lugar do atacante Vinicius Ramos. As substituições resultaram no gol de cabeça de Jeferson após cruzamento de Renatinho, aos 9 minutos.

A arbitragem, que já não ia bem, começou a complicar aos 14 minutos, quando Baiano recebeu falta de Fabiano, mas o juiz inverteu e ainda amarelou o lateral. Já aos 19, Baiano fez falta para conter um contra-ataque do Poços de Caldas e acabou expulso com o segundo amarelo, para a revolta da comissão técnica e da torcida.

A única real chance do Araxá em todo o segundo tempo veio com Rodriguinho, que havia entrado no lugar de Fabiano. Aos 21, ele passou por três marcadores e bateu cruzado passando perto do gol de Leandro.

Com um a menos, o Araxá passou a se preocupar mais com a defesa e teve dificuldades em conter as investidas adversárias. Aos 29, Adeílson salvou desvio de cabeça do ataque do Poços de Caldas em cima da linha, após cobrança de escanteio.

Marcus Vinícius Sá dos Santos seguiu com sua péssima arbitragem, invertendo faltas, cartões e errou em lances primários. A partida ficou tensa com jogadores das duas equipes chegando firme em cada dividida de bola. Aos 43, Lucas fez falta dura em Rodriguinho e foi expulso com o segundo amarelo. O treinador Roberto Gaúcho argumentou com o árbitro após o lance e foi expulso.

Com dez de cada lado, o Poços de Caldas partiu para cima, mas o Ganso soube se segurar dentro dos cinco minutos de acréscimos dados pela arbitragem.

As derrotas de Formiga, Valério e América/TO favoreceram o Araxá que sai da sexta para a terceira colocação.

Ficha técnica

Araxá: Cláudio; Rafael Oliveira, Clóvis e Neto; Baiano, Adeílson, Conrado (Toda), Wander e Evandro; Paulão (Fabiano Silva) e Fabiano (Rodriguinho).
Treinador: Roberto Gaúcho.

Poços de Caldas: Leandro; Luiz Paulo (Renatinho), Tornado, Paulista e Fabiano; Rudson, Souza, Lucas e Alexandre Fávaro (Chocolate); Jeferson e Vinicius Ramos (Zé Roberto).
Treinador: Marcus Vinicius.

Arbitragem: Marcus Vinícius Sá dos Santos.
Auxiliares: Carlos Henrique Andrade e Wesley Moreira de Carvalho

Gols: Paulão aos15 e aos 44 minutos do 1º tempo e Jeferson, aos 9 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Neto, Evandro, Toda, Wander (Araxá); Luiz Paulo, Renatinho, Rudson, Fabiano, Zé Roberto (Poços de Caldas).

Público: 730 pagantes.
Renda: R$ 2.905.

Notícias relacionadas