Super banner
Super banner

Projetos de Lei pretendem coibir agressões a professores

Projetos de Lei pretendem coibir agressões a professores

A agressão física sofrida por uma professora de Santa Catarina levantou mais uma vez a questão da falta de segurança dos profissionais da educação. A professora agredida, utilizou as redes sociais para denunciar a agressão de um aluno de 15 anos.

O deputado federal Mário Heringer, apresentou dois projetos de lei onde defende a necessidade de maior segurança para os professores. O PL 3.036/2015 pretende aumentar a pena em 1/3 nos casos de crimes de homicídio, lesão corporal, injúria e dano cometido contra professor ou profissional de educação.

O segundo projeto, PL 3.035/2015, suspende temporariamente o pagamento de Bolsa Família do adolescente que cometer ato infracional em estabelecimento escolar e cancela o benefício no caso de a vítima ser professor.

Pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) indica que o Brasil lidera ranking de agressões a professores, em um universo de 34 países pesquisados. Enquanto a média mundial de agressões ou intimidações gira em torno de 3% por semana, no Brasil o índice passa de 12% no mesmo período.

Notícias relacionadas

Inscreva-se
Me avise:
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Mostrar todos os comentários
0
Deixe seu comentário para essa notícia!x